Vacina ajuda a evitar doenças de inverno

Vacina ajuda a evitar doenças de inverno

Atualizado: Terça-feira, 14 Julho de 2009 as 12

Com a chegada do inverno, aumentam muito os riscos de doenças respiratórias acometerem crianças, sobretudo nos primeiros anos de vida. As temperaturas mais baixas, poluição do ar e a maior convivência em ambientes fechados favorecem diversos problemas respiratórios. Muitas bactérias e vírus passam a se espalhar mais facilmente e causam desde resfriados até complicações severas relacionadas às doenças pneumocócicas. "Nessa época do ano é muito frequente dobrar ou até triplicar os casos de problemas respiratórios nos consultórios. Isso traz muita preocupação entre os pais e devemos ficar bem atentos", diz Renato Kfouri, pediatra e diretor da Associação Brasileira de Imunizações (Sbim). 

Numa época de pandemia de gripe suína, os problemas respiratórios adquiriram uma repercussão bem maior na atualidade, e os cuidados hoje envolvem uma verdadeira questão de saúde pública. De acordo com o médico, as infecções respiratórias, bem mais constantes no inverno, são porta de entrada para as doenças pneumocócicas, como pneumonia e meningite pneumocócica, e podem levar a sequelas graves e até mortes, especialmente em crianças menores de dois anos. "Gripes e resfriados expõem as pessoas ao pneumococo, uma bactéria causadora de doenças graves. É muito importante tomar cuidados para evitar problemas respiratórios e a imunização é fundamental, principalmente para essas eventualidades", diz o médico.

O alerta principal nessa época do ano deve-se ao fato de que o sistema respiratório é o principal alvo de vírus e bactérias e pode ser afetado por uma série de eventualidades respiratórias. Pneumonia, sinusite e otite média aguda entre outros problemas de saúde fazem com que muitas pessoas procuram clínicas e hospitais em busca de cuidados médicos para essas doenças. "A transmissão dessas doenças é mais frequente e mesmo sendo doenças sazonais, as complicações e até a letalidade devem ser consideradas", diz Kfouri.

Vacina

Muitas dessas doenças podem ser evitadas com vacinação e nesse período do ano a atenção dos pais é bem maior diante de problemas respiratórios. Uma recomendação médica relacionada a doenças de inverno é a vacina pneumocócica conjugada 7-valente, que está disponível no mercado brasileiro para combater também a pneumonia e meningite. A vacina faz parte do calendário da Sociedade Brasileira de Pediatria, Associação Brasileira de Imunizações, recomendada pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e está no programa de imunização de mais de 35 países. A vacina pneumocócica conjugada 7-valente pode ser encontrada gratuitamente nos Centros de Referência para Imunobiológicos Especiais (CRIE) para crianças com necessidades especiais, como bebês prematuros (menos de 35 semanas); portadores de diabetes, asma grave, síndrome de Down entre outras. Essa vacina deve ser tomada num esquema de quatro doses (aos dois meses, depois aos quatro e seis meses e reforço após o primeiro ano de vida), mas crianças até os cinco anos de idade podem tomar, tendo apenas que ajustar o número de doses.  

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também