Vacina chinesa contra gripe suína pode receber licença nesta semana

Vacina chinesa contra gripe suína pode receber licença nesta semana

Atualizado: Terça-feira, 1 Setembro de 2009 as 12

A vacina contra o vírus da gripe suína -- como é chamada a gripe A (H1N1)-- produzida pela empresa farmacêutica chinesa Sinovac Biotech passou "amplamente" na avaliação de especialistas da Administração Estatal de Alimentos e Remédios (SFDA) e se espera que obtenha licença de produção esta semana. A informação foi divulgada nesta terça-feira pela agência de notícias Xinhua.

A vacina, que poderá ser administrada com segurança a pessoas entre 3 anos e 60 anos de idade, foi aprovada nesta segunda-feira com o voto unânime de 43 especialistas.

Os testes clínicos para os fatores imunológicos mostram que ela cumpre as normas internacionais e seus efeitos colaterais foram similares aos das vacinas para a gripe comum, segundo o relatório.

Os resultados dos testes serão apresentados nesta terça pela farmacêutica Sinovac à SFDA para conseguir a licença de produção, uma decisão que a administração demorará três dias para tomar, segundo o diretor do Centro de Avaliação de Remédios do organismo, Li Guoqing.

Outras cinco empresas farmacêuticas também apresentaram solicitações de registro de vacinas contra a gripe suína.

Shu Yuelong, do Centro Chinês para o Controle e a Prevenção de Doenças (CDC), disse que uma pandemia da gripe no hemisfério norte é quase "inevitável" durante os próximos meses.

"Muitos países estão desenvolvendo uma vacina e a OMS [Organização Mundial da Saúde] espera que todos estejam dispostos a compartilhar os resultados de seus testes clínicos", disse Shu.

Já o presidente da Sinovac ressaltou que está esperando a licença de produção para que a vacina ajude a prevenir e controlar a propagação da gripe "não só na China mas no mundo todo".

No início de agosto, o ministro chinês de Saúde, Chen Zhu, assinalou que China seria capaz de produzir suficientes vacinas contra a gripe para 65 milhões de pessoas antes do fim do ano.

A China contabiliza mais de 16 mil casos da gripe, grande parte deles em Hong Kong (11.807), enquanto a parte continental acumula 3.757 casos e Macau, 953.

Sintomas

A gripe suína é uma doença respiratória causada pelo vírus influenza A, chamado de H1N1. Ele é transmitido de pessoa para pessoa e tem sintomas semelhantes aos da gripe comum, com febre superior a 38ºC, tosse, dor de cabeça intensa, dores musculares e nas articulações, irritação dos olhos e fluxo nasal.

Para diagnosticar a infecção, uma amostra respiratória precisa ser coletada nos quatro ou cinco primeiros dias da doença, quando a pessoa infectada espalha vírus, e examinadas em laboratório.

Os antigripais Tamiflu e Relenza, já utilizados contra a gripe aviária, são eficazes contra o vírus H1N1, segundo testes laboratoriais, e deram resultado prático, de acordo com o CDC (Centros de Controle de Doenças dos Estados Unidos).

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também