Vacina mais barata contra HPV

Vacina mais barata contra HPV

Atualizado: Sexta-feira, 23 Maio de 2008 as 12

A vacina para prevenção do câncer do colo do útero da GlaxoSmithKline (GSK)acaba de chegar ao mercado brasileiro e começa a ser vendida a partir desta quarta-feira, 21 de maio. O preço de fábrica (R$ 216,55 - já incluído 18% ICMS) foi aprovado pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) e terá um acréscimo de custos e taxas de serviço nas clínicas de vacinação para a venda à consumidora.

O preço, que é o menor do mercado, é reflexo da política de acesso da GSK para países em desenvolvimento, reforçando o compromisso da empresa em disponibilizar vacinas de grande necessidade para a população, com tecnologia inovadora a valores mais acessíveis.

A nova vacina proporciona proteção contra quatro tipos de papilomavirus humano oncogênicos (HPVs causadores de câncer) - 16, 18, 31 e 45 - responsáveis por aproximadamente 80% dos casos da doença, a segunda maior causa de mortes por câncer entre mulheres, atrás apenas do câncer de mama. "Acreditamos que a melhor prevenção possível contra o câncer do colo do útero inclui exames ginecológicos de rotina juntamente com a vacina da GSK, desenvolvida para oferecer uma proteção focada e durável contra os tipos mais comuns de HPVs oncogênicos", afirma Nervo Sanchez, Diretor Médico de Vacinas da GSK Brasil.

Estudo comprova proteção

Dados recentes de um estudo da vacina - com mais de 700 mulheres de 15 a 25 anos, conduzido em 28 centros no Brasil, Canadá e nos EUA - demonstram 100% de eficácia na prevenção das lesões pré-cancerosas devidas aos tipos virais causadores de câncer 16 e 18 por cerca de seis anos e meio. Os resultados comprovam que a vacina também oferece proteção considerável contra infecção causada pelos tipos virais 31 e 45. Demonstram, ainda, que ela gera níveis altos e sustentados de anticorpos neutralizantes contra os tipos de HPV 16 e 18 pelo mesmo período de tempo.

O estudo registra a mais longa proteção sustentada e a maior duração de anticorpos contra os tipos HPV 16 e 18 relatados com uma vacina para prevenção do câncer do colo do útero até o momento.

Especialistas acreditam que os anticorpos neutralizantes - assim chamados porque neutralizam os tipos virais causadores do câncer e impedem que eles entrem nas células do colo uterino - são essenciais para a prevenção da doença. A Organização Mundial de Saúde (OMS) afirmou que os anticorpos neutralizantes são "considerados a base principal" da proteção contra a infecção induzida por uma vacina.

Indicação

No Brasil, a indicação da agência reguladora é para mulheres de 10 a 25 anos, seguindo a orientação da Organização Mundial de Saúde (OMS). O organismo internacional recomenda a aprovação acima dessa faixa somente após a conclusão dos estudos de eficácia clínica, já em andamento na GSK. Aprovada pela Anvisa, a bula da vacina já reconhece a eficácia em mulheres de 26 a 55 anos, verificada nos estudos de imunogenicidade - base da aprovação para esta faixa etária em países como Austrália, Argentina e México, entre outros. A vacina para prevenção do câncer do colo do útero da GSK pode ser encontrada nos principais serviços e clínicas de vacinação do País.

Além do Brasil, a vacina para prevenção do Câncer do Colo do Útero da GSK é comercializada na Europa, Austrália, México, Argentina e outros países da América Latina e África.

Postado por: Claudia Moraes

veja também