Vacinação contra a poliomielite, em SP, é prorrogada até sexta-feira

Vacinação contra a poliomielite, em SP, é prorrogada até sexta-feira

Atualizado: Quinta-feira, 2 Julho de 2009 as 12

Em comunicado, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de SP divulgou que a vacinação contra a poliomielite foi prorrogada até esta sexta-feira, dia 3 de julho. Até o momento, 756.472 crianças menores de cinco anos de idade foram vacinadas no município.

Os pais que ainda não conseguiram levar seus filhos para receber a vacina devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima de sua residência.

A primeira fase da Campanha Nacional de Vacinação contra a poliomielite, realizada em 20 de junho, imunizou 721.716. Todas as crianças menores de cinco anos devem tomar a vacina e a meta é vacinar 95% desse público - cerca de 900 mil.

A vacina contra a poliomielite é aplicada via oral de forma rápida, segura e indolor. A criança toma apenas duas gotas, o que corresponde a uma dose.

As UBSs atendem das 8h às 17h. A relação dos locais de vacinação poderá ser consultada pela Central 156.

A poliomielite em sua forma mais grave pode deixar seqüelas. A facilidade de movimentação das pessoas de um lugar para outro no mundo favorece a disseminação do vírus, que pode ser reintroduzido em um país que já não apresenta mais casos.

"Para impedir a presença da doença, é preciso criar um bloqueio por meio de campanhas de vacinação em massa da sua população alvo, além de altas coberturas vacinais de rotina", enfatiza a gerente de imunização da Coordenação de Vigilância em Saúde (Covisa), Maria Lígia Bacciotti Ramos.

No país, os últimos casos ocorreram em 1989, nos estados do Rio Grande do Norte e Paraíba. Desde então, os casos foram erradicados graças à realização de campanhas.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também