Vacinação contra gripe A começa na próxima segunda

Vacinação contra gripe A começa na próxima segunda

Atualizado: Quinta-feira, 4 Março de 2010 as 12

O Ministério da Saúde anunciou nesta quinta-feira a campanha de vacinação contra a Influenza A (H1N1), ou gripe suína. A primeira etapa começa na próxima segunda-feira (8) e prioriza os profissionais de saúde, que estão na linha de frente de atendimento e a população indígena.

Os outros grupos prioritários são gestantes, pacientes de doenças crônicas, idosos e a população em geral. A expectativa é de que ao final da campanha de vacinação, previsto para o dia 21 de maio, mais de 5 milhões de pessoas estejam vacinadas.

Cronograma de Vacinação dos grupos prioritários

08/03 a 19/03 - Trabalhadores da rede de atenção à saúde e profissionais envolvidos na resposta à pandemia e população indígenas.

22/03 a 02/04 - Gestantes (mulheres que engravidarem após esta data poderão ser vacinadas nas demais etapas da campanha), doentes crônicos, como obesos, diabéticos, cardíacos, portadores de problemas neurológicos, renais ou hepáticos, AIDS, câncer e doenças respiratórios graves como asma, bronquite;  e crianças de seis meses a menores de dois anos  

05/04 a 23/04 - População de 20 a 29 anos.

24/04 a 07/05 - Campanha nacional de vacinação do idoso

Pessoas com mais de 60 anos vacinam contra a gripe comum. Aqueles com doenças crônicas também serão vacinados contra a gripe pandêmica.

10/05 a 21/05 - População de 30 a 39 anos

Saiba Mais

Alimentação no combate da H1N1

Obesidade agrava a gripe suína

Surto de gripe estimula a automedicação Histórico

1-O que é a Influenza A? O Influenza A, também conhecido como A (H1N1), é um subtipo do Influenza A e a causa mais comum da gripe em humanos. Altamente mutável e de fácil transmissão, esse subtipo provocou as mais graves epidemias de gripe da história, como a gripe asiática, a espanhola e a gripe russa, todas já extintas.

2)Transmissão

O vírus pode ser transmitido através de:

- Partículas suspensas no ar

- Locais contaminados por partículas liberadas por alguém que já tenha desenvolvido a doença, como maçanetas e corrimãos

-Pelo contato próximo

- Pela saliva

3) Sintomas

O vírus pode ficar no organismo de 24 à 48 horas, até que apareçam os primeiros sintomas. Por ser provocada por uma variante do vírus que causa a gripe comum, seus sintomas não são muito diferentes dos manifestados por pacientes com gripe comum, porém, a intensidade e a velocidade com que se manifestam são assustadoras e por isso a doença tem feito tantas vítimas e deixado todo o mundo em alerta.

Os sintomas mais comuns são: febre, dor de cabeça, calafrio, cansaço, dor de garganta, tosse, muco, dores musculares, ardor no olho, vômitos ou diarreia, embora não muito frequentes, têm sido verificados em alguns pacientes.

3)Prevenção

- Cubra a boca e o nariz com lenço descartável ao tossir ou espirrar e jogue o lenço no lixo após o uso.

- Lave bem as mãos frequentemente com água e sabão, especialmente depois de tossir ou espirrar.

-Você também pode usar produtos à base de álcool para limpar as mãos.

- Evite tocar os olhos, boca e nariz, porque os germes se espalham desse modo.

-Não compartilhe objetos de uso pessoal, como copos, pratos e talheres.

-Evite contato próximo com pessoas doentes e com aquelas que vieram de regiões onde a disseminação da doença é maior.

- Alimente-se bem, pois isso evita que seu sistema imunológico fique suscetível ao vírus.

-Evite lugares fechados e grandes multidões

4)Tratamento

Como se trata de um novo vírus, a solução mais eficaz em seu combate ainda é a prevenção, contudo, medidas básicas têm sido tomadas pelos médicos para evitar que a doença se propague ainda mais:

-Tomar medicamento mediante recomendação médica

- Evitar esforço físico

-Alimentar-se bem

- Evitar lugares cheios e abafados em função de possíveis complicações respiratórias, principal causa de mortes pela nova gripe.  

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também