Veja dicas para evitar intoxicação alimentar

Veja dicas para evitar intoxicação alimentar

Atualizado: Sexta-feira, 5 Fevereiro de 2010 as 12

No title Na hora de preparar os alimentos para as festas de fim de ano, é recomendável prestar bastante atenção para evitar a intoxicação alimentar. Pesquisa realizada pela Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo indica que 27% dos casos de intoxicação têm origem no consumo de alimentos consumidos dentro de casa.

Cozinhar, assar ou fritar muito bem as carnes bovinas, suínas, aves, peixes, ovos e outros produtos de origem animal e é a primeira dica, já que o interior do alimento deve estar bem aquecido para matar as bactérias ou outros micro-organismos.

Também é recomendável separar bem os alimentos, como os lavados e desinfetados, por exemplo. A faca deve ser sempre limpa, já que, se usada em um alimento contaminado, pode infectar outro em seguida.

Utensílios de madeira, como colheres de pau e tábuas de carne, também devem ser evitados. Nos restaurantes, o uso desses materiais é proibido, diz a secretaria. A explicação é que a existência de ranhuras, riscas e trincas torna a higienização mais difícil com o tempo.

Lavar bem as mãos, frutas e verduras com água tratada também é indispensável, assim como comprar produtos de origem clandestina ou duvidosa. Ao final das refeições, a dica é guardar sempre as sobras de alimentos dentro da geladeira. Após duas horas em temperatura ambiente, micro-organismos e suas toxinas começam a se desenvolver nos alimentos.

A secretaria ainda faz um alerta aos cozinheiros doentes, que devem evitar o preparo de alimentos consumidos por outras pessoas. Diarreias, febre tifoide, hepatite A, gripes e resfriados podem ser passados por um doente ao preparar a ceia para a família e os amigos.

veja também