Verão e os cuidados com os olhos

Verão e os cuidados com os olhos

Atualizado: Terça-feira, 4 Janeiro de 2011 as 11:53

Com o início do verão, os cuidados com a saúde devem ser redobrados, principalmente com os olhos. Prevenção é sempre bem-vinda e deve ser adotada para evitar desconfortos e assim comprometer a estação mais esperada do ano.

Veja algumas dicas para cuidar dos olhos — dicas essas que, na verdade, valem para todas as estações do ano:

Use as lentes de contato com cautela

Segundo pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Lentes de Contato (SOBLEC), estima-se que existam cerca de dois milhões de usuários de lentes de contato no Brasil. Destes, 46% são homens e 54% são mulheres. De acordo com a representante Internacional da SOBLEC, Dra. Cleusa Coral Ghanem, não há nenhum problema em fazer uso delas, “desde que se tenha consciência de que elas podem causar doenças quando não tratadas com responsabilidade”. Para usar as lentes de contato sem problemas é necessário manter o bom hábito da limpeza e fazer a revisão oftalmológica periódica, com consultas semestrais ou anuais. Os cuidados são os mesmos também para as lentes coloridas, geralmente usadas por estética. Uma atitude é indispensável para quem usa lentes de contato: não emprestá-las de forma alguma.

Procure também não usar a lente durante muitas horas todos os dias, pois o uso prolongado pode levar ao aparecimento de vasinhos na periferia da córnea, além de aumentar a sensibilidade da pálpebra, ocasionando um desconforto maior. O hábito de dormir com as lentes de contato também é condenável e aumenta o risco de aparecimento de úlcera na córnea.

Os cuidados não param por aí. Soro fisiológico não é recomendado para a limpeza das lentes. De acordo com a SOBLEC, o soro não limpa nem tira os depósitos de proteína das lentes, deixando-as contaminadas e menos confortáveis, podendo inclusive causar reações. Devem ser usadas soluções multipropósito que servem para limpar, enxaguar e desinfetar as lentes de contato, e ainda promover hidratação prolongada o que oferecer maior conforto.

Use a maquiagem a seu favor

Com relação ao rímel e delineador, “Os produtos devem ser de boa qualidade e de preferência hipoalergênicos. Além disso, prefira os com embalagens pequenas, que acabam rapidamente, porque assim corre-se menos risco de contaminação. E uma coisa precisa ser lembrada sempre: maquiagem não é algo que possa ser emprestado”, ressalta a Dra. Luciene Barbosa de Souza, coordenadora de Ensino do Banco de Olhos de Sorocaba e presidente da Associação Panamericana de Banco de Olhos – Escritório Brasil.

Outra recomendação é evitar os produtos à prova d’água (apesar de serem perfeitos durante o verão) e os destinados para alongamento dos cílios. Isso porque eles costumam conter nylon e fibras de rayon que podem entrar nos olhos. Além disso, para retirar o rímel à prova d’água é necessário usar um demaquilante bifásico (água e óleo) para ser removido, o que pode resultar em um acúmulo de oleosidade nas bordas das pálpebras. Atenção também com o prazo de validade para assegurar menor risco de toxicidade, alergia ocular e contaminação.

Se os olhos irritarem, é necessário suspender imediatamente o uso do produto, lavar exaustivamente a região com soro fisiológico, água fervida ou filtrada e irrigar os olhos com soro fisiológico ou lágrima artificial. Outra boa dica são as compressas geladas. Caso a irritação persista, não se medique. A indicação é procurar um oftalmologista.

Se fizer uso de lentes de contato, redobre os cuidados. Neste caso, os delineadores tipo lápis são melhores do que os líquidos ou pastosos e os colírios lubrificantes podem ajudar a manter o conforto de seus olhos. De acordo com Dra. Luciene Barbosa de Souza, o ideal é que as usuárias coloquem as lentes após a maquiagem para diminuir os riscos contaminação da lente. “Essa é a ordem mais indicada, mas o ato de colocar as lentes antes ou depois de maquiar-se varia muito de pessoa para pessoa, por conta da prática no manuseio. Mais importante do que a ordem é evitar que os produtos entrem nos olhos”.

A velha dica de limpar a pele antes de dormir também vale para os olhos. “A maquiagem deve ser adequadamente removida, porque a sua não remoção favorece inflamações oculares”, afirma Dr. Vital Paulino Costa. “A maquiagem deve ser retirada sempre para diminuir o risco de toxicidade e desenvolvimento de alergias. A melhor e mais segura maneira de limpar a maquiagem é com água e xampu neutro. O uso de demaquilantes deve ser feito com cuidado para que não entre em contato direto com os olhos, o que pode causar lesões de conjuntiva e córnea em pacientes com predisposição”, alerta Dra. Luciene.

Cuidado com colírios branqueadores

Não confunda os colírios que substituem as lágrimas com os colírios vasoconstritores, aqueles que deixam os olhos branquinhos rapidamente. “Os colírios que possuem essa substância contraem os vasos sanguíneos e não devem ser usados de forma rotineira, pois podem ocasionar alterações na pressão intraocular e resultar em doenças graves como o glaucoma. Então, para lubrificação, use lágrimas artificiais“, afirma Dr. Vital Paulino Costa, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Glaucoma.

Proteja-se dos raios ultravioletas

A radiação ultravioleta, que é prejudicial à pele, também provoca danos à visão. Há indícios de que uma série de doenças, como a catarata e a degeneração macular relacionada à idade, sejam agravadas por esses raios. “Para combater isso, recomendo o uso de óculos escuros com proteção UVA e UVB sempre que se expuser ao sol”, afirma Dr. Vital Paulino Costa.

No computador

Existe uma posição ideal para que o monitor do computador não prejudique sua saúde. Essa posição é com a tela de 15 a 20 graus direcionada para baixo, que permite que o monitor fique um pouquinho abaixo da linha do olhar, nem na mesma linha nem acima. “Esse é o ajuste mais confortável para a cabeça e para o pescoço, e favorece o piscar e lubrificação dos olhos”, aconselha o oftalmologista.

veja também