Você ou alguém da sua família ronca? Então fique atento!

Você ou alguém da sua família ronca? Então fique atento!

Atualizado: Terça-feira, 15 Fevereiro de 2011 as 8:51

Ressono muito alto e apneia do sono podem ser tratados de forma simples e eficaz.Piadas, muita irritação e até brigas: não é de hoje que se ouvem histórias e queixas vindas de maridos e, principalmente, de esposas a respeito do ronco do companheiro.

Não adianta tentar fugir do problema e mandar o outro dormir no sofá ou trocar de quarto no meio da noite. O ronco deve ser enfrentado, pois, além de ter solução, se não for tratado pode provocar problemas de saúde e de relacionamento.

O Dr. Marcello Tamura S. Brasil, cirurgião dentista graduado pela American Academy of Sleep Disorder, dos EUA, e membro da Sociedade Brasileira do Sono, afirma que o ronco e a apneia do sono - parada respiratória que acontece enquanto a pessoa está dormindo e que pode durar 10 segundos ou mais - são grandes vilões nos relacionamentos. "Todos sabemos que uma boa noite de sono é vital para o ser humano, pois recarrega as baterias, descansa e equilibra os hormônios para acordamos renovados e dispostos para um novo dia", informa.

Segundo o Dr. Marcello Brasil, em casos de apneias leves e moderadas e do ronco, o tratamento com aparelhos intraorais (colocados dentro da boca) tem se destacado pelos excelentes resultados e pela facilidade de adaptação dos pacientes: "Observamos que cerca de 85% dos portadores de apneia do sono têm se adaptado bem, ao uso dessa placa, porque melhora a fortificação do tecido flácido e reeduca a respiração nasal". Ele explica que a apneia acontece quando os músculos da garganta relaxam e bloqueiam a passagem do ar. O aparelho atua desbloqueando essa passagem e, assim, melhorando o nível de oxigênio inspirado.

Sono ruim afeta o dia a dia

Segundo dados da American Academy of Sleep Disorder, os distúrbios do sono acometem cerca de 4% da população adulta e quase metade dos homens acima dos 50 anos. Quando o problema é a apneia, acontecem danos para a saúde que comprometem a disposição para diferentes atividades, inclusive a relação sexual.

Segundo o Dr. Marcello Brasil, a má qualidade do sono pode causar um desequilíbrio hormonal que poderá, por sua vez, reduzir a libido.Um sono restaurador precisa passar por um ciclo de cinco fases, sendo uma delas a REM - Rapid Eye Moviment. Quem sofre de distúrbios do sono não completa esse ciclo, pois tem o sono interrompido diversas vezes. Como consequência, a pessoa acorda cansada e é comum que apresente sonolência durante o dia e dificuldade de concentração. "Ansiedade e irritação também podem indicar uma noite mal dormida", complementa o especialista.

Ele alerta que os distúrbios do sono ainda são bastante subdiagnosticados: "Muitos pacientes passam por diversos especialistas até descobrir que a verdadeira causa de seus problemas é a má qualidade do sono".

Portanto, depois de uma consulta detalhada, o especialista deverá solicitar exames específicos para uma investigação completa e, então,indicar o melhor tratamento.

Fique atento!

Principais sintomas de que você ou alguém que você conhece pode não estar dormindo direito:

-Sonolência diurna.

-Problemas de memória.

-Falta de concentração.

-Ansiedade.

-Irritabilidade.

-Cansaço excessivo.

-Estresse.

veja também