Abla critica legislação da carteria de motorista para turistas e faz alerta para Copa 2014

Abla critica legislação da carteria de motorista para turistas e faz alerta para Copa 2014

Atualizado: Quinta-feira, 12 Novembro de 2009 as 12

Depois de participar da Semana Interamericana de Transportes na sede da OEA em Washington, o presidente da Abla, João Claudio Bourg, fez ontem, dia 11, duras críticas ao modelo exigido pelo Denatran para motoristas de outros países que alugam carros no Brasil.

"Participei desta Conferência internacional e o Brasil foi o único país que adota a exigência da tradução juramentada para motoristas estrangeiros. Ou seja, até mesmo um turista português é obrigado a cumprir o procedimento. Representantes de países como Chile, Argentina e México, entre outros nos cobraram explicações e o Denatran se recusa a mudar a legislação", desabafou.

O dirigente fez um alerta sobre a vinda de mais turistas estrangeiros ao Brasil nos próximos anos em função da Copa do Mundo e das Olimpíadas. "Imagine que o turista não pode alugar um carro com uma simples carteira de motorista internacional. Isso só acontece aqui no Brasil e o Ministério do Turismo já se pronunciou favorável a uma mudança. Se isso não acontecer será mais um entrave na locomoção dos turistas que nos visitam", alerta.

O dirigente confirmou que para 2010 a Abla irá estimular novas parcerias com fornecedores ampliando o leque de oportunidades de negócios e irá intensificar o trabalho de conscientização com os agentes de viagens para que incluam os serviços de locação nos pacotes.

Em relação ao desempenho do mercado de locação acredita que mesmo com

a crise o setor possa fechar o ano com um incremento de 10% em comparação ao ano passado.

veja também