Animais em avião representam perigo, dizem médicos

Animais em avião representam perigo, dizem médicos

Atualizado: Terça-feira, 2 Março de 2010 as 12

Passageiros de companhias aéreas com alergia a amendoim muitas vezes têm de fazer arranjos especiais antes de voar, mas, à medida que as empresas começam a aceitar animais de estimação na cabine dos passageiros, mais viajantes estão ficando expostos a riscos desnecessários à saúde, sustentam médicos canadenses.

Num editorial publicado na semana passada no "The Canadian Medical Association Journal", os médicos pediram a proibição de animais de estimação nas cabines de passageiros em voos comerciais, alertando que a exposição a esses animais pode causar desconforto, ataques de asma e até reações que ameaçam a vida.

"Animais podem ser acomodados de forma confortável e segura nos compartimentos de carga dos aviões, que é onde devem viajar", escreveram os médicos.

Uma em cada 10 pessoas tem alergia a animais e, para algumas, a exposição a cachorros e gatos pode deflagrar um ataque de asma ou uma reação perigosa, como anafilaxia, disse o médico Matthew B. Stanbrook, editor científico interino do jornal e especialista em asma.

O editorial foi uma resposta à decisão da empresa Air Canada, no verão passado, de começar a permitir que pequenos animais, incluindo gatos, cachorros e pássaros, viagem na cabine de passageiros. Muitas empresas aéreas possuem políticas similares.

"O problema das alergias é que elas são imprevisíveis", disse Stanbrook. "Você pode ter reações suaves por um bom tempo e depois ter uma reação fortíssima é difícil prever".

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também