Ano Novo romântico é em Paris

Ano Novo romântico é em Paris

Atualizado: Quinta-feira, 5 Novembro de 2009 as 12

Não há destino mais romântico no mundo. Para que não haja dúvida, convém repetir: n-ã-o/ h-á/ d-e-s-t-i-n-o/ m-a-i-s/ r-o-m-â-n-t-i-c-o/ n-o/ m-u-n-d-o. E não importa o perfil do casal, Paris vai arrebatar você.

Romance gourmand

Se o seu par for do tipo gourmand, Paris é o lugar, com sua coleção de endereços três estrelas Michelin ou bistrozinhos a serem descobertos. A cidade tem espaços gastronômicos de fazer a Disneylândia parecer parque de diversões de rede fast food. Se quiser um tour gastronômico, digamos, "profissional", consulte o guia Michelin. Caso escolha uma das opções avaliadas, ligue. Em alguns endereços é preciso fazer reserva com dias -ou até semanas- de antecedência. Mas também vale entrar num bistrozinho despretensioso. Em Paris, come-se bem. E ponto.

Romance-cabeça

Se sua cara-metade for intelectual, nenhuma cidade vai se comparar a ela. O mesmo acontece se o perfil do amado for mais moderninho: onde você poderá dançar o zouk depois de um debate sobre como Barthes meteu o dedo na semiótica? Mas o mais legal disso tudo é que Paris é romântica ao ar livre. Caminhar às margens do Sena, sair do metrô Trocadero e dar de cara com a torre Eiffel, cruzar o Sena pela ponte Marie até a ilha Saint Louis... Flane!

Romance andarilho

Um roteiro inesquecível pode começar no fim de tarde em frente à Opéra, na Place de l'Opéra. Desça a rue de La Paix e saia na gloriosa place Vendôme. Depois de checar as vitrines de grandes joalherias, como Cartier, Chanel e Van Cleef, entre no saguão do hotel Ritz. No mais classudo de todos os hotéis, vá até o bar Vendôme para um chá ao som de piano (entre 16h e 18h). Saia e desça a charmosa rue de Castiglione até o Jardim das Tulherias, um dos mais belos parques da cidade.

Continue o passeio e cruze o Jardim das Tulherias até a passarela Solférino. No final dela pegue à esquerda até o Museu D'Orsay (www.musee-orsay.fr). Encerre o tour -ou não- pelo acervo que reúne Cézanne, Degas, Gauguin, Manet... Paris é a mais romântica das cidades porque não precisa mais do que suas ruas, praças e parques para ser o melhor cenário de qualquer romance.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também