Antes de viajar faça o Check-up

Antes de viajar faça o Check-up

Atualizado: Terça-feira, 17 Agosto de 2010 as 10:49

O que checar antes de cair na estrada?

Cheque as condições dos pneus (inclusive do estepe), dos freios e da bateria, além do nível do óleo e da água. Também veja se a documentação e o seguro não estão vencidos.

Que documentos não posso esquecer?

Carteira Nacional de Habilitação original, Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo original ou cópia autenticada pelo Detran, documentos próprios de trailers e carretas; carteirinha e telefone do seguro. Para qualquer país fora do Brasil é preciso ter em mãos o Seguro Internacional Contra Terceiros, conhecido como Carta Verde, um seguro que vale apenas no exterior e pode ter a validade apenas do tempo da viagem. Consulte sua corretora de seguros.

E se eu for para outro país?

Para cruzar a fronteira brasileira, o carro deve estar em nome do motorista. Caso contrário, é preciso levar ao consulado do país a ser visitado uma autorização do proprietário (empresa, autolocadora, banco ou financeira, se estiver alienado), informando em papel timbrado dados do veículo (placa, modelo, chassi) e do condutor (nome, RG, CPF, endereço). Não se esqueça de reconhecer a firma em cartório. A Argentina, no entanto, exige ainda a presença no consulado do representante do proprietário para assinar a autorização. Cada consulado cobra uma taxa para autorizar a entrada no país - R$ 31, no Chile, R$ 153, no Paraguai, por exemplo.

A carteira de motorista brasileira é aceita no exterior?

Normalmente as locadoras de automóveis e os guardas rodoviários de outros países costumam aceitá-la. Na dúvida, alguns passageiros preferem sair do país prevenidos, com a Carteira Internacional de Motorista, uma tradução da brasileira. Ela é emitida pelos Detrans de cada cidade. Em São Paulo (www.detran.sp.gov.br), custa R$ 174,35 e tem validade até o vencimento da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de quem a solicita. Basta levar uma cópia da CNH, preencher um formulário dado no guichê e pagar a taxa no banco.

Que ferramentas são essenciais na viagem?

Macaco; chave de roda; triângulo; chave reserva; lanterna para reparo noturnos; garrafa de água no caso de aquecimento do carro; 1 ou 2 litros de óleo sobressalentes para um vazamento inesperado; cabo auxiliar para puxar a carga de outro carro se a bateria pifar; selante de pneu, substância que protege o pneu contra furos, mas só permite rodar por cerca de 30 quilômetros e não serve para grandes furos ou pneus rasgados. Para viagens no exterior, é bom checar antes as regras de cada país. Na Argentina, o veículo precisa ter dois triângulos e o cambão.

Um alerta

Durante o dia, sob chuva forte, neblina ou cerração, a lei exige dirigir com o farol baixo acesso.

veja também