Aproveite o frio para conhecer as cidades serranas do Rio de Janeiro

Aproveite o frio para conhecer as cidades serranas do Rio de Janeiro

Atualizado: Quinta-feira, 10 Junho de 2010 as 8:48

Mesmo com o início do inverno, o estado do Rio não perde a graça. Localizadas a apenas uma hora da cidade maravilhosa, as serras fluminenses, também chamadas de Serra Verde Imperial, atraem hordas de cariocas aos finais de semana e turistas de todos o País. Com hospedagens charmosas e excelentes restaurantes, elas possuem diversos atrativos para uma temporada no alto das montanhas.

Petrópolis, Teresópolis e Nova Friburgo têm paisagens exuberantes de Mata Atlântica preservada, protegidas em parques, praças e reservas naturais. São enormes áreas verdes que oferecem opções para os amantes de ecoturismo, como trilhas, escaladas, rapel, rafting, cachoeiras, piscinas naturais.

A temperatura amena durante todo o ano convida para programas de inverno, como comer fondue e se aquecer na frente da lareira. Algumas pousadas investem ainda no clima romântico.

Visitar as cidades da serra do Rio de Janeiro é também fazer um passeio pela história do Segundo Reinado. Dom Pedro II, apaixonado pela cidade com clima mais europeu, ergueu palácios e fez de Petrópolis seu destino de veraneio favorito. Anos mais tarde, fundou Teresópolis, batizada com o nome de sua mulher, Dona Teresa Cristina.

A estrada RJ-130, que liga Teresópolis a Nova Friburgo, apelidada de circuito Terê-Fri, é um atrativo a parte. Conta com alguns dos melhores hotéis e restaurantes da região. Em todo o percurso, o turista encontra trilhas para passeios no meio da mata, cachoeiras e montanhas do Parque Estadual dos Três Picos.

Em Nova Friburgo, a cidade colonizada por suíços a partir de 1819, os restaurantes e a arquitetura dão um toque europeu. Com boas opções de compras, com lojinhas de artesanato, fábrica de queijo e chocolate artesanais, a cidade também é conhecida como a “capital da lingerie”, com lojas enfileiradas de moda íntima.

Camila Sayuri, especial para o iG

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também