Argentina quer aumentar fluxo de brasileiros em julho

Argentina quer aumentar fluxo de brasileiros em julho

Atualizado: Sexta-feira, 21 Maio de 2010 as 10:34

A Argentina iniciou na segunda-feira (17/05) um pequeno roadshow por três cidades brasileiras para apresentar o potencial das oito estações internacionais de esqui. Organizado pela Inprotur, a meta é conseguir levar 20% a mais de brasileiros que na temporada de 2008 - ano passado, em virtude da gripe H1N1, o fluxo de brasileiros nas estações foi muito abaixo da média.

A primeira cidade a receber o evento foi Brasília. Hoje acontece no Rio de Janeiro e sexta-feira em Porto Alegre. A Inprotur ainda participa este final de semana da BNT Mercosul, em Balneário Camboriú, feira que terá cobertura completa do MERCADO & EVENTOS: "Escolhemos três cidades que são distantes entre si com objetivo de reunir um maior número de profissionais. Em Brasília oferecemos transporte a partir de Goiânia. No Rio fizemos o mesmo com Niterói e Vitória (ES) e em Porto Alegre vamos trazer agentes de Santa Catarina", explicou Marcela Cuesta, coordenadora de mercado para América Latina do Inprotur.

Nesta edição participam 26 empresas expositoras, entre elas as companhias aéreas Tam, Lan e Aerolíneas Argentinas. São esperados cerca de 500 profissionais. A Inprotur organiza já para o segundo semestre, entre os dias 12 e 17 de setembro, o mesmo evento, passando por Recife, Salvador e Belo Horizonte: "O formato vai ser o mesmo. A diferença é que novos produtos deverão ser apresentados", complementou Cuesta.

Estações de esqui - Jaime Ríos, também da Inprotur, ministrou na tarde de hoje uma palestra de 30 minutos para os agentes de viagens. Nela, o dirigente apresentou as oito estações de esqui internacionais: Las Leñas e Penitentes (Mendoza), e Chapelco, La Hoya, Cerro bayo, Cerro Castor, Caviahue e Cerro Catedral (Patagônia). Ele lembra que há ainda pelo país outras estações, de menor porte, muito procurada por argentinos.

Por: Diego Verticchio

veja também