Aumenta a permanência dos turistas em São Paulo

Aumenta a permanência dos turistas em São Paulo

Atualizado: Segunda-feira, 3 Agosto de 2009 as 12

O turista está permanecendo mais tempo para aproveitar sua grande oferta cultural e de lazer. Essa é a principal conclusão da pesquisa realizada durante os meses de abril e maio pelo Observatório do Turismo da cidade de São Paulo, núcleo de estudos e pesquisas da SPTuris (São Paulo Turismo), em parceria com o Fohb (Fórum dos Operadores Hoteleiros do Brasil).

O levantamento, que traçou o perfil do turista que se hospeda em hotéis da cidade, entrevistou 4211 visitantes de 90 hotéis paulistanos e foi apresentado na última quinta-feira, na sede da Fecomercio, pela diretora de turismo e entretenimento da SPTuris, Luciane Leite, e pela coordenadora do Observatório, Beatriz Lage.

Dentre os principais resultados, a pesquisa identificou um aumento na permanência dos turistas na cidade, que alcançou uma média de 3,8 pernoites. Levantamentos anteriores haviam registrado que a maioria dos turistas ficavam três dias. "Temos trabalhado para estender o período que os visitantes ficam na cidade com programas que oferecem a mais agitada agenda cultural da América Latina para os turistas de negócios e outros, o que movimenta toda a cadeia produtiva e fortalece a capital paulista como destino", afirma o presidente da SPTuris, Caio Luiz de Carvalho.

O gasto médio dos visitantes foi de R$ 1.200,15 no período (gasto diário de R$ 315,82). Esse montante, segundo os entrevistados, é dividido entre hospedagem (65,5%), compras (12,9%), alimentação (9,2%), lazer e transporte (4,8% cada) e outros (2,8%).

A principal motivação da vinda dos turistas que ficam em hotéis continua sendo "Negócios", com 61,6%. "Eventos" (de negócios, culturais etc) ficou em segundo lugar, com 18,1%; "Lazer", "Estudos" e "Saúde" vêm na sequência, com 9%, 5,5% e 2,1%, respectivamente.

A maioria dos visitantes é formada por brasileiros (91,5%), mas os estrangeiros já representam mais de 8%.

Entre os turistas nacionais, a maior parte (25,2%) vem do Interior e Litoral do Estado de São Paulo, seguidos por Rio de Janeiro (16,2%), Paraná (9,9%), Minas Gerais (8,3%), Rio Grande do Sul (7,4%), Santa Catarina (5,6%), Distrito Federal (5,5%), Bahia (4,2%), Pernambuco (3,7%), Espírito Santo (2,7%), Goiás (2,5%) e outros com menos de 2%.

A permanência média dos visitantes brasileiros é de 3,6 pernoites e o gasto médio no período é de R$ 1.098,79 (R$ 305,21 por dia).

Entre os estrangeiros, a procedência maior é de turistas vindos da América do Norte e Europa (46,7%), além da América do Sul (24,6%). A permanência média desses visitantes é de 5,5 pernoites e o gasto médio no período é de R$ 2.165,34 (R$ 393,69 por dia). A pesquisa será realizada novamente nos meses de outubro e novembro.

veja também