BELÉM - Pará, turismo e atrativos sem iguais

BELÉM - Pará, turismo e atrativos sem iguais

Atualizado: Segunda-feira, 3 Janeiro de 2005 as 12

Por: Cesar Greco

Belém é imperdível para o turista que busca conhecer um destino único em seus costumes, culinária, folclore, ambiente e localização geográfica.

Na cidade o visitante encontrará belos exemplos de arquitetura colonial barroca e ainda poderá desfrutar de praças e ruas arborizadas muito gostosas para passear. A cidade é também conhecida como a metrópole da Amazônia.

Entre os destaque que o turista não deve perder em Belém estão as festas folclóricas, manifestações populares de extraordinária beleza que estão intimamente ligadas a cultura e ao modo de ser do belenense. Outro grande destaque certamente é a exótica culinária. São sabores e ingredientes únicos extraídos da Floresta e dos rios amazônicos de autenticidade brasileira e descendência direta da culinária indígena.

Uma das atrações obrigatórias do destino é o mercado Ver-o-Peso. Lá, o turista encontra reunido um pouco de tudo que representa o universo de Belém como, por exemplo, produtos amazônicos.

É também na cidade que acontece uma das maiores festas religiosas em todo o Brasil, o Círio de Nazaré. A festa acontece todo segundo domingo de outubro. A procissão reúne mais de um milhão de pessoas que percorrem cerca de seis quilômetros das ruas da cidade.

PRINCIPAIS PONTOS TURÍSTICOS

Mercado Ver-o-Peso

Ver-o-Peso é destino obrigatório para o turista que visita Belém. Essencialmente, o mercado representa uma grande mostra da cultura e costumes paraenses. Seu nome deriva da segunda metade do século XVII quando era obrigatório conferir o peso das mercadorias no posto fiscal Casa Haver-o-Peso.

Além das variadas e curiosas mercadorias que lá são comercializadas, como espécies diversas de peixes e frutas tradicionais e da região, artesanato, plantas e ervas medicinais, o mercado dispõe ainda de bares onde os visitantes podem provar da culinária típica de Belém.

Forte do Castelo

Marco do surgimento da cidade de Belém, o forte foi construído estrategicamente à beira do Rio Pará, de onde era possível ter visão geral de toda a movimentação de entrada e saída de barcos.

Teatro da Paz

Construído entre 1868 e 1874, o teatro simboliza os tempos áureos da borracha. É o mais importante do Estado do Pará e possui sala de espetáculo com 1.100 lugares.

Igreja da Sé

Iniciada em 1748, a Catedral Metropolitana de Belém ou Igreja da Sé, possui estilo barroco e é um belo exemplar de arquitetura e arte sacra. A Igreja é ponto de partida da famosa procissão do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, que acontece há mais de 200 anos todo segundo domingo do mês de outubro.

Museu Emílio Goeldi

A mais antiga instituição de pesquisas da Amazônia, o museu possui mais de 2.000 espécies de plantas, árvores, animais exóticos e um aquário com espécies raras da região amazônica. Foi fundado em 1866 pelo naturalista Domingos Soares Ferreira Pena.

Palácio Lauro Sodré

Datado de 1771, é obra do arquiteto Antônio Landi. Serviu de local de despacho dos governadores do Estado e Hoje abriga o Museu do Estado do Pará.

Palácio Antônio Lemos

Possui características do estilo arquitetônico do Império Brasileiro. Atualmente abriga a sede da Prefeitura de Belém e ainda o Museu de Arte de Belém.

Praça Batista Campos

Inaugurada em 1904, a praça é uma das mais tradicionais da cidade. Foi construída na fase áurea da borracha.

CULTURA DO LOCAL

Folclore

O folclore paraense é rico e permite ao turista mergulhar no mundo de lendas e magia amazônica. É manifestado principalmente por grupos folclóricos que utilizam a música e da dança para divulgar a cultura e os costumes típicos do Pará.

Marcado pela alegria, as manifestações podem ser assistidas durante quase todo o ano.

Dança do Carimbó

Inicialmente uma dança indígena do povo Tupinambá, foi aperfeiçoada pelos escravos que incluíram ritmos do batuque africano tornando a dança mais vibrante.

A dança é apresentada em pares em que homens e mulheres interagem formando coreografia de roda e marcação do ritmo vibrante. Um dos pontos altos da dança acontece quando um casal vai para o centro da roda para a dança do Peru. A parceira estende um elenco no chão e seu companheiro de dança deve apanhá-lo apenas com a boca.

É considerada uma das mais belas e atraentes festas populares da cultura paraense.

Boi-Bumbá de Belém

Segundo conta a lenda do Boi-Bumbá, Pai Chico mata o boi de estimação de um fazendeiro para satisfazer o desejo de sua mulher grávida. O dono do boi aparece de diz que o bicho era de estimação e que o quer vivo. Todos saem em busca de um pajé que ressuscita o boi. Logo após todos comemoram cantando e dançando. É aí que o boi começa a investida contra as pessoas que participam do folguedo.

Manifestação alegre e contagiante.

Marujada

Caracterizada por um auto dramatizado, surgiu do ato de agradecimento dos escravos quando receberam a organização da Irmandade de São Benedito dos senhores brancos. É apresentada quase que exclusivamente por mulheres, os homens fazem o papel de tocadores.

Çairé

O Çairé é caracterizado por uma manifestação folclórica religiosa resultante da miscigenação cultural entre índios e portugueses. Procissões e ladainhas com danças, música e muita festa fazem parte do acontecimento. O Çairé acontece tradicionalmente na ilha de Alter-do-Chão. 

Cordão de Bichos

Para acompanhar as muitas festividades, autos e folguedos que acontecem na cidade, existem diversos grupos folclóricos chamados "cordões". São eles: os Cordões Tem-tem, Rouxinol, Beija-flor, Tucano, Caboclo Lino Pardo, Leão Dourado, Bem-Te-Vi, Arara etc.

Artesanato

O artesanato paraense é inspirado na cultura indígena, principalmente na dos povos que habitavam a região. São peças produzidas em cerâmica, fibras vegetais, couro, raízes aromáticas, madeira entre muitos outros materiais.

O turista encontra peças únicas e de beleza incomum, como as bonecas-de-cheiro.

Culinária

Sem igual, a culinária paraense utiliza ingredientes encontrados na fauna e flora amazônica, oferecendo variado número de pratos típicos. Algumas iguarias levam nomes um tanto excêntrico como tucupi, tacacá, maniçoba, pirarucu, açaí, cupuaçu ou bacuri.

MACEDÔNICO

Fundada em 12 de janeiro de 1616, atualmente, Belém é uma bela cidade que atrai turistas de toda parte do mundo, interessados em conhecer de perto a cultura amazônica e seus costumes.

A cidade está localizada em uma região de bacias hidrográficas formadas por baías, rios, igarapés etc, com destaque para as Baías do Marajó, Guajará, do Sol, Santo Antônio, os Rios Pratiquara, Murubira, ; mso-ansi-language: PT-BR 10pt; style="font-size:10pt;">Guamá, Mari-Mari e os Igarapés Val-de-Cans, do Una, do Tucunduba e Combu.

Belém possui pouco mais de 1.386 milhões habitantes. Seu povo é acolhedor e a cidade tem boa estrutura receptiva para o turismo. Além dos atrativos da cidade é possível realizar visitas em ilhas do entorno. A mais famosa delas é a Ilha de Marajó, destino obrigatório para o turista que visita Belém.

; mso-ansi-language: PT-BR 10pt; style="font-size:10pt;">  

CLIMA

Devido a proximidade com a linha do Equador, Belém possui clima quente e úmido, com variação de temperatura mínima de 20º C e máxima de 38º C. As chuvas têm precipitação pluvial de 2500 a 3000 mm ano e acontecem de dezembro a maio. O período mais quente vai de junho a novembro.

CURIOSIDADES

Belém é conhecida como a Cidade da Mangueira. São tantas árvores existentes na cidade que formam túneis nas principais avenidas.

Dois terços do território de Belém é formado por 55 ilhas e a cidade é a maior localizada na linha do Equador.

A cidade de Belém está entre as dez cidades mais movimentadas e atraentes do Brasil.

O bairro da Cidade Velha abriga enorme número de construções históricas e está como um dos mais belos da cidade. O turista tem impressão de que, ali, o tempo está parado.  

Leia também

BONITO - Mato Grosso do Sul SALVADOR - Bahia FLORIANÓPOLIS - Encantadora e bela é destino imperdível para o turista OURO PRETO - A histórica Ouro Preto é destino certo para o turista BELÉM - Pará, turismo e atrativos sem iguais AMAZONAS - Apresenta atrativos únicos para os visitantes CAMPOS DO JORDÃO - A ótima opção para curtir o friozinho da serra NATAL - Rio Grande do Norte RIO DE JANEIRO - Destino de beleza natural e muito charme FORTALEZA - Ceará  

veja também