Boa Viagem, lugar de sol e festa

Boa Viagem, lugar de sol e festa

Atualizado: Sexta-feira, 9 Setembro de 2011 as 9:26

POR QUE IR? Boa Viagem é considerada uma das mais bonitas praias urbanas do Nordeste. Com

pouco mais de 7 km de extensão, é argeada por coqueiros que oferecem sombra quando o sol está a pino e quiosques que servem comidinhas típicas saborosas, caipirinha e cerveja ao ponto.

QUANDO IR? Em Pernambuco faz sol o ano todo, porém, durante os meses de verão, a temperatura é alta demais, o calor incomoda e a maioria das praias está lotada. Por isso, prefira as estações mais frescas. Durante a primavera, o calor é ameno e é fácil circular nas areias.

COMO IR Os preços das passagens para Recife variam muito, conforme a promoção da companhia aérea e a época do ano – é possível encontrar voos entre R$ 250 e R$ 800. Por isso, vale planejar a viagem com antecedência para aproveitar os melhores preços. A Praia de Boa Viagem fica perto do aeroporto. Assim, o táxi é uma opção confortável e prática para chegar até o lugar onde você se hospedará.

PARA VER A melhor festa Quando o fim do ano se aproxima, a movimentação de operários na Praia de Boa Viagem é tão grande quanto a de turistas. Isso porque eles estão preparando a grandiosa festa de Ano Novo. Em palcos espalhados pela orla acontecem shows de frevo e maracatu e apresentações de músicos regionais. A multidão vestida de branco faz suas oferendas a Iemanjá e aprecia a tradicional queima de fogos.

A melhor folia

Se estiver na Praia de Boa Viagem durante o carnaval, não se assuste se esbarrar com pessoas fantasiadas a qualquer hora do dia. Elas fazem parte dos blocos de rua, que animam o carnaval de Recife. A folia começa ainda na sexta-feira, quando senhores com mais de 60 anos, seguindo a tradição de mais de quatro décadas, tomam as ruas da região. Uma variedade sem fim de blocos brinca durante os quatro dias de festa – alguns blocos montam 'barraquinhas' na orla, vendem camisetas e convidam o turista a cair na bagunça.

O melhor da arte

O Shopping Recife conseguiu unir arte e consumo com maestria. Em seu interior, não faltam lojas de marcas cobiçadas. Já na área externa está o Parque das Esculturas – mesmo que não precise comprar nada, passe pelo shopping para conhecer a área. Em 19 mil m&O5533;, estão reunidas 35 obras de artistas renomados, como Abelardo da Hora e Francisco Brennand.

PARA COMER E BEBER

- Em Boa Viagem não faltam bons lugares para lanches rápidos ou refeições mais caprichadas. O restaurante Parraxaxá oferece um bufê de receitas nordestinas, como carne de sol e baião de dois (R$ 35, o quilo; parraxaxa.com.br).

- O Ilha do Guaiamum é especialista em frutos do mar – e o saboroso caranguejo que dá nome ao lugar é servido em porções de três tamanhos diferentes. Ainda experimente siri mole temperado com alho e óleo (R$ 15, a porção grande de guaiamum; R. Maria Carolina, 68, tel. 81 3466-2122).

- Com mesas ao ar livre, o Socaldinho Guaiamum é uma boa dica para diversificar os sabores: no cardápio, carnes, massas, peixes e variedade de saladas (pratos a partir de R$ 30; R. Conselheiro Costa Aguiar, 112, tel. 81 3341-6810).

- O Mingus é sofisticado tanto na decoração quanto no menu. Fotografias do jazzista Charles Mingus estão espalhadas pelo local. Entre os pratos sugeridos pelos chefs, o picadinho de filé com fondue de queijo brie é uma das estrelas da casa (pratos a partir de R$ 60; mingus.com.br).

- Já o Botequim Padaria é indicado para driblar a fome enquanto o sol não se põe. Uma galera bonita lota o lugar e degusta pratos executivos ou baked potatoes acompanhados de chope gelado (lanches a partir de R$ 10; Av. Conselheiro Costa Aguiar, 793, tel. 81 3467-7777).

ESSENCIAIS

Circulando

As avenidas Domingos Ferreira e Conselheiro Costa Aguiar concentram os pontos de ônibus que ligam Boa Viagem aos outros bairros de Recife. Para se locomover com mais conforto, o ideal é alugar um carro (diária a partir de R$ 100) ou contratar um táxi – converse com o motorista antes para não ser pego de supresa com o preço da corrida.

Preços típicos

Caipirinha de cachaça: R$ 15

Hospedagem em hotel de preço médio: R$ 100

Diária em hotel sofisticado: a partir de R$ 250

PARA DORMIR

Pequeno, porém aconchegante, o Albergue Maracatus do Recife tem cozinha coletiva, piscina e quartos com beliches para quatro até dez pessoas, ideal para mochileiros de passagem pela capital pernambucana (R$ 30, diária por pessoa; R. Maria Carolina, 185, tel. 81 3326-1221).

- O Hostel Boa Viagem fica um pouco afastado da praia, mas a distância vale pela infraestrutura. Tem lanchonete, piscina, quadra, sala de TV e quartos coletivos ou de casal (R$ 50, diária em quarto coletivo; hostelboaviagem.com.br).

- A simpática Pousada Casuarinas oferece dois tipos de acomodação, com ou sem varanda, com pouca diferença na tarifa. Por isso, aproveite o espaço maior para ter mais conforto (R$ 149, diária para casal no quarto com varanda; pousadacasuarinas.com. br).

- O Bianca Praia Hotel está localizado a dois quarteirões da praia, próximo de um dos melhores trechos de Boa Viagem. Moderno, tem quartos arejados e boa gama de serviços, como lavanderia, traslado aeroporto-hotel e passeios pela região (preços sob consulta; biancapraiahotel.com.br).

- O Hotel Jangadeiro tem 90 apartamentos com vista para o mar – ainda assim, vale reservar com antecedência. No térreo, ficam os restaurantes que servem gastronomia nordestina e, na cobertura, uma piscina com vista panorâmica da praia, para aproveitar quando o dia cai (diárias a partir de R$ 250; jangadeirohotel.com.br).

DICAS DE OUTROS VIAJANTES

Corrida na orla

Fiquei hospedado alguns dias na Praia de Boa Viagem e aprovei a pista de cooper na orla. Se você é como eu, que mesmo de férias não consegue passar um dia sem correr, não desanime se estiver por lá. A pista é bem cuidada, o trânsito de pedestres não atrapalha o exercício e ainda há a brisa do mar que dribla o calor.

Ricardo da Fonseca

Longe dos tubarões

Sempre escutava as histórias de tubarões no mar de Boa Viagem e me assustei com a quantidade de placas na areia avisando do perigo. Mas, quando descobri as piscinas naturais, que são formadas quando a maré está baixa, aproveitei o mar! Formadas pelos recifes, elas têm água verde transparente e morna e são ideais para tomar um banho sem preocupação.

Helena Martins

Tem de tudo

Fiquei hospedado perto da parte central da praia, em um dos trechos mais movimentados de Boa Viagem. Apesar de preferir areias calmas, foi divertido ver a diversidade de pessoas que circulam naquela região. Turistas, estrangeiros e brasileiros, dividem a área com vendedores de coco e badulaques e repentistas. Vale a pena passar uma tarde por lá para checar a efervescência cultural.

Letícia de Moraes

Paella de primeira

Tenho amigos que moram em Recife e não cansam de falar da paella do restaurante Alphaiate. É de dar água na boca! Feita com mexilhão, camarão e lagosta, ainda é servida com um saboroso arroz com açafrão. O ambiente é agradável e pede a companhia de uma cerveja geladíssima! (R. Arthur Muniz, 82).

veja também