Brasil leva diversidade turística para o mercado alemão

Brasil leva diversidade turística para o mercado alemão

Atualizado: Quarta-feira, 10 Março de 2010 as 12

Um dos eventos de turismo mais importantes do mundo, a ITB (Bolsa Internacional de Turismo), marca a agenda de ações do Brasil no exterior sob a orientação do Plano Aquarela 2020 - Marketing Turístico Internacional do Brasil. O evento começa nesta quarta-feira e vai até o próximo domingo, em Berlim, na Alemanha, quarto emissor mundial de turistas para o Brasil e o segundo da Europa.

Além dos 52 co-expositores do Brasil, o ministro do Turismo, Luiz Barretto, e a presidente da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo), Jeanine Pires, estarão presentes na ITB para representar o País. "Pesquisas mostram que a maioria dos alemães que visita o Brasil quer retornar. Queremos continuar conquistando esses turistas. Viemos aqui para apresentar nossos destinos e mostrar a qualidade crescente dos nossos serviços. Vale lembrar também que os brasileiros sentem uma alegria enorme em receber, e essa é uma marca muito admirada pelos europeus", afirmou o ministro Luiz Barretto.

Para a presidente da Embratrur, a ITB é uma oportunidade para promover toda a diversidade turística brasileira. "É uma feira importantíssima, com muitas perspectivas de negócios e contatos para os operadores e cooperados brasileiros. O turista alemão tem grande interesse em destinos de natureza e ecoturismo, além de sol e praia e negócios", avalia Jeanine Pires.

América Latina

A agenda do Brasil durante o evento será intensa. Nesta quarta-feira, às 16h30, haverá um coquetel no Estande Brasil, cujo corpo central destaca a modernidade brasileira com uma homenagem aos 50 anos de Brasília. Na próxima quinta-feira, em parceria com o Escritório Brasileiro de Turismo na Alemanha e o ABR (Bureau de Resorts), a Embratur realizará um café da manhã para promover e comercializar os resorts brasileiros e consequentemente os destinos turísticos no mercado alemão.

Ainda na quinta-feira, será realizado o Fórum América Latina com o tema "Responsabilidade Social na América Latina - assunto da moda ou futuro?". Na ocasião, a presidente da Embratur será uma das palestrantes e apresentará para o público os conceitos brasileiros de responsabilidade social para o turismo, ao lado de um representante do Equador. Para completar a agenda do Brasil, na sexta-feira, a Embratur promove outro café da manhã, desta vez para divulgar o segmento de Ecoturismo e Aventura. O evento conta com as parcerias do Bureau de Ecoturismo, a Abeta, e também do Escritório Brasileiro de Turismo na Alemanha.

Mercado alemão

A Alemanha é um dos países prioritários para a promoção do Brasil, segundo o Plano Aquarela 2020, e é a quarta colocada no ranking dos principais países emissores de turistas para o Brasil, com 254.264 mil visitantes em 2008. Além disso, o Brasil é líder na preferência dos turistas alemães que viajam para a América do Sul. O alemão é um turista que, quando vai ao Brasil, quer voltar. O estudo Demanda Turística Internacional mostrou que 94,5% dos alemães que vieram ao país em 2008 desejam retornar.

Postado por: Felipe Pinheiro

veja também