Brasília para turistas

Brasília para turistas

Atualizado: Quinta-feira, 27 Maio de 2010 as 1:27

Cheia de prédios bem acabados, com a assinatura de Niemeyer e o sonho de JK, Brasília deixa encantar. A cidade que assume o cargo de capital federal é destaque pelos equipamentos culturais e pelas opções de passeio ao turista

A cidade é novinha. Inteirou os cinquenta há quase um mês. Tem equipamentos bem conservados e construídos de modo (bem) planejado. Dá gosto de ver a Brasília pensada antes de ser feita. Quase tudo por lá tem o traço de seu escultor, o arquiteto Oscar Niemeyer, que assina grandes obras da capital federal. Por ali, também paira a sombra de Juscelino Kubitscheck, que dá nome a estabelecimentos comerciais, à ponte e ao aeroporto da cidade.

Na Brasília de Jucelino Kubitschek, tudo é bem dividido. Há a área hoteleira, a região comercial e a parte residencial. No trecho em que os turistas normalmente transitam, do hotel à área comercial, o lugar é limpo. Sem papel no chão, aparentemente tranquilo quanto à violência urbana e estampado com fachadas bem cuidadas. Dá gosto de andar por ali. E andar mesmo, porque dá para ir a pé (saindo dos hotéis) aos shoppings, à catedral e até a Esplanada dos Ministérios.

A Catedral de Brasília, que também responde por Catedral Metropolitana de Nossa Senhora Aparecida, chama a atenção de longe. Por dentro, veem-se esculturas de três anjinhos, que ficam suspensos por cabos. Na praça em frente, há quatro esculturas em bronze que simbolizam os evangelistas. Sim, é obra do Niemeyer. Defronte à igreja, os turistas sempre param. Querem deixar gravado o registro da visita. Vale a pena ir ao local.

A principal forma de acesso a prédios do centro político & mas também turísticos & é seguir no Eixo Monumental, bem no centro de Brasília. É a principal avenida da capital federal. O espaço está exatamente no centro do que é conhecido como Plano Piloto de Brasília. É o corpo do ``avião``, que tem uma extensão de 16 quilômetros. Dá acesso à Praça dos Três Poderes.Seguindo por ela, chega-se à Esplanada dos Ministérios, que a gente conhece muito pelas coberturas políticas. Conforme o nome entrega, é uma sequência dos prédios que abrigam os ministérios. Mais à frente, há o Congresso Nacional, outro ponto bem visitado por quem só conhece o centro político pela imprensa. Neste complexo, atuam os senadores e deputados federais. É composto por duas torres de prédio, uma semiesfera côncava e outra convexa.

Na parte de trás do Congresso, encontramos a Praça dos Três Poderes. É só chegar e dar três pequenas voltas para identificar os prédios do Executivo, do Judiciário e do Legislativo. Do Legislativo, é o Congresso Nacional. Do Executivo, é o Palácio do Planalto, que recentemente passou por reforma. O lugar abriga o gabinete do presidente da República. A fachada principal, toda de mármore branco, é bonita. À noite, as luzes dão um efeito fantástico. Do Judiciário, é o Supremo Tribunal Federal (STF), cuja fachada lembra a do Palácio do Planalto. Mesmo em frente, pode-se ver a escultura "A justiça". Todo o percusso rende um bom passeio.

Táxis

- Não é tão fácil identificar os táxis em Brasília se eles estiverem longe. Os veículos não têm uma cor específica. O que os diferencia é a tarja em verde e amarelo, expressa na lateral do carro.

- Ao sair do aeroporto, que fica dentro da cidade, você já está pagando a tarifa na bandeira 2.

- Assim como em outras cidades, inclusive do Nordeste, e exceto Fortaleza, muitos táxis de Brasília aceitam pagamento com cartão de crédito.

Estacionamento

- A educação que o motorista de Brasília usa ao dirigir não demonstra ao parar. Como não há lugar mesmo para toda a frota de mais de um milhão de veículos, os motoristas param e deixam o carro onde achar espaço.

Torre de TV

- A Torre de TV é outro ponto de turistas. A visão lá de cima inunda a vista. Embaixo da torre, há uma feirinha de artesanato.

Vida noturna

- À noite, a opção em Brasília são os barzinhos. É fácil achar um bem movimentado e com música boa.

- Outra sugestão é o Pontão do Lago Sul, ou simplesmente Pontão, uma espécie de complexo de barzinhos e restaurantes. Bem agradável, bem bonito. Há lojas também. Fica às margens do lago Paranoá e a vista é encantadora. À noite, a cena é lindíssima.

SAIBA MAIS

- Outro ponto positivo de Brasília são os parques. O Parque da cidade Sarah Kubitschek tem uma área verde de cerca de 400 hectares. Moradores frequentam para fazer caminhadas e corridas. Existem lagos artificiais e toda uma infraestrutura com bares e restaurantes. Aos domingos, é ponto de encontro de famílias. naturais.

- O Memorial JK é um museu no qual se pode conhecer a história do ex-presidente Juscelino Kubitscheck. Em forma de pirâmide, abriga objetos pessoais, livros, documentos e fotos do ex-presidente. É lá onde JK está enterrado. Também há objetos de sua mulher, Sarah Kubitscheck.

Por Daniela Nogueira

veja também