Campanha em Manhattan incentiva a conhecer o memorial 11 de setembro

Campanha em Manhattan incentiva a conhecer o memorial 11 de setembro

Atualizado: Sexta-feira, 3 Junho de 2011 as 9:16

O prefeito de Nova York, Michael R. Bloomberg, lançou oficialmente na última semana a campanha "Get More NYC: Lower Manhattan", que começa nesta quarta-feira, 1º de junho. O objetivo é incentivar a visita da área histórica de Nova York, hospedando-se nos hotéis e vivendo a experiência de compras e gastronomia local. Bloomberg anunciou ainda a abertura oficial do Memorial 9/11 (11 de setembro), que ocorrerá em 12 de setembro de 2011 --cerca de quatro meses depois do anúncio da morte de Osama Bin Laden. "O Memorial do 11 de Setembro é ponto focal da Baixa Manhattan, um lugar que muita gente apostava que se tornaria uma espécie de 'cidade-fantasma'. Após 10 anos, porém, e com a contribuição de pessoas do país inteiro para a revitalização da área, estamos ansiosos para apresentar aos turistas um bairro renovado", disse o prefeito. Ele também afirmou que o local representa muito, porque nele "foram traçadas as primeiras linhas da história de Nova York, há quatrocentos anos", e "aqui estamos escrevendo um novo capítulo". Durante a campanha, hotéis participantes oferecerão diárias promocionais nos fins de semana, junto com um Downtown Culture Pass gratuito, para que os hóspedes possam aproveitar a região com certos benefícios. Lojas, restaurantes e atrações participantes contarão com descontos de 20% para encorajar as pessoas a explorarem a Baixa Manhattan. Além disso, a cidade investiu em anúncios para chamar a atenção de turistas e locais para o Financial District, Battery Park City e Waterfront Harbor --que dá fácil acesso ao Brooklyn e Staten Island. A ação incluirá também pôsters no Terminal 4 do aeroporto JFK, convidando as pessoas já no momento de desembarque. 11 DE SETEMBRO Já o Memorial 9/11 abrirá ao público um dia depois do cerimonial dedicado à data [a ordem mês e dia é invertida em inglês] que lembra a tragédia de 2001. Enquanto a construção do novo complexo World Trade Center continua --que inclui o edifício que homenageia as vítimas--, foi criado um sistema de reservas gratuito on-line para organizar o acesso dos visitantes ao memorial. Ele estará disponível a partir de julho, no site: www.911memorial.org . Fora isso, haverá também esquema especial para o transporte com ônibus turísticos e alternativos para evitar engarrafamentos na área. "Nas semanas e meses que sucedem o aniversário do 11 de Setembro, Lower Manhattan estará em evidência para o mundo, disse George Fertitta, executivo-chefe da NYC & Company. "Por isso, estamos preparados e muito animados para receber nossos visitantes, além de convidá-los a viver a experiência de estar aqui com outros olhos". A organização é responsável pelo marketing e turismo oficial da cidade de Nova York. Desde 2001 a área vem passando por uma reformulação e crescimento constante, com mais de 20 hotéis e uma estimativa de 5.000 quartos no inventário de hospitalidade. Três novas propriedades abrem ainda neste ano, adicionando mais 769 quartos. E o bairro ganha lojas como Hermés, Bayard´s, Cipriani Wall Street e os restaurantes Libertine e Sho Shaun Hergatt. O objetivo é gerar cada vez mais simbiose entre negócios, turismo e lazer, em uma área que se urbaniza para comportar seus 56 mil moradores locais, mas que ainda mantém suas raízes históricas de 400 anos atrás. Saiba mais no site nycgo.com/getmorenyc.      

veja também