CAMPOS DO JORDÃO - A ótima opção para curtir o friozinho da serra

CAMPOS DO JORDÃO - A ótima opção para curtir o friozinho da serra

Atualizado: Segunda-feira, 3 Janeiro de 2005 as 12

Por: Cesar Greco

Campos do Jordão é um excelente destino para o turista que busca conforto e sofisticação em ambiente de campo. O município, o mais alto do Brasil, localizado a 1.700m acima do nível do mar, possui clima característico de montanha e é ambientada com edificações que reproduzem típicas cidades de inverno européias.

O destino oferece diversos atrativos aos visitantes, desde os que buscam tranqüilidade e sossego, aos que preferem passeios de aventura. São belas paisagens entre os vales e montanhas da região, cachoeiras, rios e muita beleza natural.

A cidade oferece excelente estrutura turística com preços para todos os bolsos. Possui ainda refinados restaurantes, cafés, bares e hotéis.

Em julho acontece o famoso Festival de Inverno de Campos do Jordão, mês que recebe milhares de turistas atraídos pelo frio, pelo agito da cidade e ainda pelas apresentações musicais que acontecem no auditório Claudio Santoro.

PRINCIPAIS PONTOS TURÍSTICOS

Vila Capivari

É no centro da cidade que o agito acontece. Na vila estão localizadas lojas, restaurantes, bares, lanchonetes, malharias etc. As construções têm estilo arquitetônico alemão e proporcionam ao turista a sensação de que acabou de chegar em uma cidade de inverno européia.

Um dos prazeres de Capivari certamente é ocupar uma mesa em algum dos estabelecimentos da região, tomar um chocolate quente, uma bebida, provar petiscos e apreciar o movimento dos visitantes que circulam pelo entorno.

Morro do Elefante

Possui 1.800 m de altitude e é um dos atrativos que o turista não pode deixar de visitar. Do morro o visitante tem uma das mais belas paisagens da cidade. No cume possui lanchonete e aluguel de cavalos para passeios. 

Teleférico Liga Capivari ao topo do Morro do Elefante. É um belo passeio em que o turista tem a sua frente as paisagens da cidade e das belezas naturais do entorno.

Abernéssia O curioso nome foi dado pelo fundador do bairro, Robert John Reid, natural da escócia e é proveniente da mistura de duas cidades escocesas, Aberdeen e Inverness.

O local é utilizado como centro comercial. Lá estão localizadas a estação de trem, o Mercado Municipal, a Igreja de Santa Terezinha, o Pronto Socorro e a Delegacia. De lá também é possível tomar o bondinho.

Horto Florestal O atrativo ocupa um terço da área total da cidade e abriga diversos exemplares da flora original da região como a araucária, espécie protegida por lei.

É um excelente local para o turista realizar passeios contemplativos a natureza e percorrer trilhas que levam a cachoeiras e paisagens deslumbrantes.

O parque possui cantina, sorveteria, áreas para prática de exercícios físicos, piqueniques e muito mais.

Palácio Boa Vista

O palácio originalmente é a residência de inverno do Governador do Estado de São Paulo. Sua construção teve inicio em 1938 e foi concluída apenas em 1964. Em seu interior há rico mobiliário dos séculos XVII e XVIII, antiguidades, objetos religiosos, cristais e porcelanas de grande valor histórico.

A edificação abriga um Centro Cultural e possui em seu acervo obras de Tarsila do Amaral, Anita Malfatti, Aldo Bonadei entre outras figuras de grande importância artística brasileira. A visitação e feita com o acompanhamento de monitores.

Auditório Claudio Santoro

O auditório possui ampla sala de espetáculos e atende 900 espectadores e recebe todos os anos o Festival de Inverno de Campos do Jordão. No local são apresentados concertos, shows, congressos convenções entre diversas manifestações culturais.

Museu Felícia Leirner

Está localizado no mesmo terreno onde se encontra o auditório Cláudio Santoro. Seu acervo é composto de aproximadamente 100 esculturas semi-abstratas de estilo zoomórfico. São imagens gigantescas dispostas em pontos estratégicos que estabelecem perfeita identidade com a paisagem.

O museu foi criado em 1978 e leva o nome da escultora polonesa Felícia Leirner, radicada no Brasil desde 1927, além de abrigar quase toda obra da artista.

Pico do Itapeva

Embora pertença ao município de Pindamonhangaba, o pico recebe muitos visitantes provenientes de Campos do Jordão. Possui 2.030 m de altitude e oferece visão panorâmica de quase todo o Vale do Paraíba.

Pedra do Baú

Famoso na região, o pico possui 1.950 m de altura e faz parte do roteiro turístico de Campos do Jordão, embora pertença a cidade de São Bento do Sapucaí.

Pode ser avistada de toda a cidade e seu nome dá-se pelo aspecto da formação de desenho retangular, como a de um baú. A base da pedra tem 540 m de comprimento por 40 m de largura e 340 m de altura.

Os turista pode ser agraciado com um majestoso pôr-do-sol avistado da pedra.

Ducha de Prata

As quedas d?água são fruto do represamento das águas do Ribeirão das Perdizes. O visitante pode tomar deliciosos banhos em na água fria das duchas. Possui lojas de artesanato e souvenirs.

Bondinho

Os passeios partem da Estação de Vila Capivari. No trajeto o turista pode conhecer boa parte da cidade, além de se divertir com o antigo meio de transporte.

CULTURA DO LOCAL

Campos do Jordão seria uma típica cidade do interior paulista se não recebesse anualmente milhares de turistas e muitos recursos provenientes de grandes investidores que transformam os meses de inverno, principalmente o mês de julho, em um verdadeiro palco de eventos, festas e acontecimentos. Isso tudo graças ao clima alpino do destino que o transforma em atrativo de luxo, requinte e agito.

Seu povo é pacato e coexiste com toda a movimentação da cidade conservando seus sotaques, costumes e cultural local.

A culinária multicultural paulista e também a mineira compõem os pratos encontrados em Campos do Jordão. Isto porque a cidade está localiza no estado de São Paulo e muito próxima ao estado e Minas gerais. São apresentados os tradicionais restaurantes italianos, franceses, alemães, japoneses, espanhóis, e, claro, os suíços para acompanhar o clima da cidade. Na verdade, a culinária local possui todo tipo de representante e ainda oferece restaurantes que servem carnes exóticas, de comida brasileira e ainda a famosa truta.

Um dos atrativos que fazem parte da cultura da cidade é a produção de malharia, artigos em couro, chocolates, doces etc.

MACEDÔNICO

Campos do Jordão está localizada na Serra da Mantiqueira no médio Vale do Paraíba e nasceu nos anos de 1874. Inicialmente a cidade foi utilizada para o tratamento de doenças pulmonares como a tuberculose. Isso acontecia dado ao clima frio e ar puro de montanha que ajudava os doentes em sua recuperação. Sanitaristas como Emilio Ribas divulgaram as propriedades terapêuticas do ar da cidade.

O município cresceu em torno do vale do Ribeirão do Capivari e com o tempo a cidade tornou-se alvo da busca de seu famoso clima, o que atraiu personalidades do mundo social e empresarial, principalmente de São Paulo, a construírem casas de veraneio no município. Aos pouco a cidade deixava de ser destino de pessoas em busca de tratamento de saúde e transformava-se em atrativo turístico.

A cidade tem população aproximada de pouco mais de 47.9 mil habitantes e sua economia baseia-se essencialmente no turismo, além da indústria de confecção de malhas e de chocolate, produção de artesanato e exploração de água mineral.

CLIMA

O clima de Campos do Jordão é oficialmente denominado de tropical temperado. Não recebe chuvas excessivas nem ventos constantes. No inverno é realmente frio e seco apresentando temperaturas que podem cair até atingir medições de alguns graus abaixo de zero.

O ar da cidade possui alta oxigenação em comparação com destinos que têm o mesmo apelo turístico em todo o mundo.

Em 1957 um congresso de climatologia realizado em Paris considerou o clima de Campos do Jordão como o melhor do mundo.

CURIOSIDADES

Campos do Jordão é considerada a suíça brasileira graças as construções que remontam cidades alpinas.

Com dimensão que ocupa um terço da área de Campos do Jordão, o Horto Florestas da cidade é o mais antigo do Brasil.

É Também no Horto que são encontrados a maior reserva de coníferas do Estado de São Paulo como a Araucária Brasiliensis, o Pinus Elliotis entre outras espécies.

O Museu Felícia Leirner é um dos únicos dispostos ao ar livre em todo o Brasil.

Leia também

BONITO - Mato Grosso do Sul SALVADOR - Bahia FLORIANÓPOLIS - Encantadora e bela é destino imperdível para o turista OURO PRETO - A histórica Ouro Preto é destino certo para o turista BELÉM - Pará, turismo e atrativos sem iguais AMAZONAS - Apresenta atrativos únicos para os visitantes CAMPOS DO JORDÃO - A ótima opção para curtir o friozinho da serra NATAL - Rio Grande do Norte RIO DE JANEIRO - Destino de beleza natural e muito charme FORTALEZA - Ceará  

veja também