Cana Brava Resort - Ilhéus - BA

Cana Brava Resort - Ilhéus - BA

Atualizado: Quinta-feira, 31 Março de 2011 as 8:32

Um dos melhores hotéis da região, o Cana Brava Resort possui mais de 70 mil metros quadrados de puro encanto, com a infra-estrutura completa para oferecer tudo aquilo que os turistas procuram. O hotel possui 172 unidades habitacionais, sendo 90 apartamentos, 54 chalés Standard, 24 chalés de luxo e 4 suítes presidenciais, todas equipadas com ar condicionado, TV a cabo, telefone, cofre individual, frigobar e varanda com rede e vista para o mar.  

Além disso, cada acomodação possui estilo próprio, para acalmar, relaxar e proporcionar aos hóspedes a paz, tranqüilidade e o conforto que eles merecem.  

No Cana Brava Resort, o visitante encontra a maior comodidade, com serviços de baby-sitter, estacionamento, funcionários bilíngües, fotografias, internet banda larga, micro-ônibus, tours, lavanderia e locação de automóveis.   Principal cidade da Costa do Cacau, Ilhéus revela belezas de um mar azul esverdeado, rodeado de areias brancas e margeado por extensos coqueirais. Ao longo da orla central, os inúmeros ilhéus fluviais e marítimos justificam o nome da cidade.

A Baía de Ilhéus é ótima para a prática de esportes náuticos, como windsurf, laser, hobby-cat e caiaques. A Mata Atlântica velada, habitat de espécies raras como o mico-leão-dourado, os rios, lagoas e cachoeiras dão o tom deste paraíso ecológico, reduto vivo dos anos áureos de império dos coronéis do cacau.

A história da cidade se confunde com a própria história da economia nacional no século XIV, quando a matéria-prima do chocolate - esta iguaria apreciada no mundo todo, era o produto central de exportação do país. Ilhéus abrigava o principal porto de escoamento da produção e fervilhava de pessoas, dinheiro, luxo e riqueza. O intenso intercâmbio com a Europa transformou a cidade em um verdadeiro caldeirão cultural, entoado pela prosa do célebre Jorge Amado em seus vários romances, traduzidos em diversas línguas.

Toda a opulência dos anos majestosos do “ouro negro” é, ainda hoje, exibida na arquitetura local, com suas ruas e praças de paralelepípedo, casarões e bares, como o Vesúvio, cenário de “Gabriela, Cravo e Canela” - romance de Amado - e onde, outrora, coronéis e intelectuais se reuniam.

Surgida há 465 anos, a antiga sede da capitania oferece uma estrutura completa de hotéis de luxo, pousadas, agências de turismo receptivo e uma variedade de restaurantes, onde se degusta o melhor da culinária baiana, regada a dendê e pimenta nos abundantes frutos do mar.  

veja também