Canavieiras (BA): praias e turismo cultural são atrativos da região baiana

Canavieiras (BA): praias e turismo cultural são atrativos da região baiana

Atualizado: Terça-feira, 28 Abril de 2009 as 12

Sete Ilhas marítimas, entre elas a lha de Atalaia, a mais importante, e diversas fluviais, dezessete quilômetros de praias, coqueiral, reserva de Mata Atlântica e áreas de manguezal que abrigam rara fauna silvestre, formam a beleza cênica de Canavieiras, cidade onde se destaca o casario dos séculos 18 e 19, como a Igreja Matriz de São Boaventura, de 1718, e a sede da prefeitura, de 1879. Canavieiras possui uma paisagem excitante, combinando reservas de Mata Atlântica, manguezais, cajueiros e mangueiras.

A principal fonte de renda do município é a lavoura cacaueira, mas se destacam o coco, a piaçava, a madeira, a pecuária e o dendê. Canavieiras ainda se destaca como o maior pesqueiro do robalo e marlin do Brasil, o que atrai para o lugar esportistas adeptos da pesca.

Um rápido desenvolvimento ocorreu na propriedade dos Vieiras, seus primeiros colonizadores. Canavieiras passou a ter o forro de cidade em 1881. A origem do nome Canavieiras é quase lenda, pois decorreria do nome da família Vieira que plantava cacau na região do Poxim. Assim cana-dos-vieiras derivou para Canavieiras.

Segundo Antenor Nascentes em seu dicionário Etimológico da Língua Portuguesa, “Canavieiras é, propriamente, o nome de uma gramínea Sorgum saccharatum, mas que se aplica à cana-de-açucar, que dá bem na região dessa cidade”, que hoje é cariosamente chamada pelos jovens de “Canes”. Canavieiras é o paraíso das ilhas, sendo 7 marinhas e várias fluviais.

História & Cultura

Localizado às margens do rio Pardo, a cidade de Canavieiras oferece aos visitantes sua beleza, seu romantismo e um estado de paz quase indescritíveis. Os primeiros habitantes de Canavieiras foram os portugueses e brasileiros vindos de Ilhéus por volta da primeira década de 1700, que ergueram uma capela que dedicaram a São Boaventura. Alguns anos mais tarde , os habitantes da Freguesia de São Boaventura do Poxim vieram a saber da existência de uma ilha à margem do rio Pardo e para lá se mudaram, desabitando, assim, o núcleo inicial do povoamento. O novo lugar apresentava condições mais favoráveis, pois as terras se prestavam ao cultivo da cana-de-açúcar.

Pontos Turísticos

Sítio Histórico

Conhecer a cidade e passear pelo Sítio Histórico, com seus belos casarões dos séculos XVIII e XIX, artesanato, muitos restaurantes, e aos fins de semana uma variedade de shows artísticos.

Passeio de Barco no Rio Pardo

Rio Pardo, apreciando os manguezais, conhecendo as ilhas das Garças e a do Peixe-Boi; parada para um banho de Lama Negra.

Vila Atalaia e Praias Urbanas

Conhecer a Vila de Atalaia e a Ilha de Atalaia com suas praias urbanas da Costa (norte) e de Atalaia (sul) com caminhadas, banho de mar e comidas típicas da região.

Fazenda Cubículo

Conhecer a história da fazenda Cubículo, onde foi plantado o primeiro cacaueiro da região, no século XVIII, nos tempos do ciclo da cana de açúcar.

Barra do Poxim

Caminhadas até a Barra Velha pela praia do Norte em Oiticica; pescar e tomar banho de mar.

Fazenda Vida

Local esotérico ideal para meditação, consultas espirituais, reposição de energia e leituras de cristais. A fazenda oferece refeições à base de carne branca.

Praias

Praia do Norte

Fica ao sul da Ilha de Comandatuba. Com trechos de Mata Atlântica. Aproximadamente 11 km. Boa para caminhadas.

Praia da Barra Velha

Acesso pelo km 18 da BA-001, entrada pela fazenda Cotovelo, com coqueirais e grande área de Mata Atlântica preservada. Após 6 km de estrada de terra, em travessia de carro, pega-se a balsa pelo rio Salgado, dotado de manguezal exuberante e, logo após a travessia, estrada de terra entre sítios de coqueiros, para chegar à praia. Boa para pesca com molinete, banho de mar e caminhadas.

Praia da Barra do Albino

Situada no final da Praia da Costa, possui área para banho, e areias monazíticas. Possui coqueiral, sítios e casas de veraneio.

Praia de Patipe

Fica próximo à ponte do rio Patipe. Coqueirais. Água doce e salgada. Boa para pesca, prática de Caiaque e windsurf.

Praia da Costa

Com 6 km de extensão, urbana, é a mais freqüentada. Apresenta vegetação de restinga e extenso coqueiral. Possui pousadas, chalés e ótimas cabanas. Boa para surf, caminhadas e banho de mar. Muito procurada, devido à existência de areias monazíticas.

Praia de Atalaia

Em frente à vila de Atalaia. Possui cabanas de praia. Boa para banho e caminhadas.

Barra de Canavieiras

Após o povoado de Atalaia, acesso por barco ou carro; boa para caminhadas.

Praia do Sul

Acesso de barco pelo rio Pardo. Vegetação de mangue e coqueiros. Boa para pesca.

Como Chegar  

De Carro:

BA- 001 Sul a 110 km de Ilhéus.

BA- 270 a 79 km da BR 101, via Santa Luzia.

veja também