Canoa Quebrada é paraíso para praticantes do kitesurfe

Canoa Quebrada é paraíso para praticantes do kitesurfe

Atualizado: Sexta-feira, 15 Janeiro de 2010 as 12

No title Partindo de Fortaleza, no Ceará, são mais de duas horas de estrada para chegar a Canoa Quebrada. A praia já foi semideserta, freqüentada apenas por pescadores, mas ganhou fama internacional na década de 70 e virou destino de hippies de todo o mundo, principalmente italianos (o que transformou seus preços em algo "não-tão-de-praia-deserta-assim"). Mesmo com as mudanças, ir à Canoa Quebrada ainda não é uma furada.

E o que dá, digamos, um novo respiro à belíssima praia, são os ares do kitesurfe (aquelas pipas empinadas por surfistas, que fazem acrobacias aéreas). O local virou paraíso dos praticantes desse esporte não só por concentrar ventos fortes e mar com ondas baixas, mas por somar a isso o mesmo cenário dos tempos de pesca - sim, ele não foi destruído pelos turistas.

São centenas de metros de falésias avermelhadas (que chegam a 20 metros de altura) que acompanham o percurso da orla, como uma grande parede que separa a aridez das dunas da calmaria das águas claras do mar. O pano de fundo empolga praticantes novos e experientes a deslizar pelas ondas em dois pontos (spots): o de Canoa Quebrada e o Águas Planas.

Se o mais próximo do esporte que você já esteve foi empinar papagaios, o melhor é começar pelo spot Águas Planas. A 20 minutos de buggy da concentração de turistas, fica na foz do Rio Jaguaribe e, como o nome sugere, tem espaço de sobra para deslizar sem grandes ondas, o que facilita subir na prancha - fique atento apenas ao horário: o point só funciona na maré baixa, durante quatro horas. Já o ponto Canoa Quebrada, para os mais experientes, está perto da barraca Bom Motivo e oferece mais aventura em um local onde a arrebentação é um pouco mais forte.

Algumas pousadas da região oferecem aulas de kitesurfe, a um preço médio de R$ 80, o que inclui professor, equipamento e transporte até o local (caso seja necessário o buggy). Os ventos estão a favor do esporte de julho a fevereiro, mas o período mais indicado são os meses de agosto e de setembro.

Onde ficar: a Pousada Colibri oferece hospedagem e aulas de kitesurfing

Endereço: Rua Dragão do Mar s/n. Tel.:(85) 9604-4953

Por: Tiago Mali

veja também