Capela Sistina e museus do Vaticano permitem visita noturna

Capela Sistina e museus do Vaticano permitem visita noturna

Atualizado: Terça-feira, 19 Julho de 2011 as 9:14

Neste ano, o turista tem mais uma chance para apreciar obras em museus do Vaticano à noite.

Depois do sucesso do último ano, os museus locais e a Capela Sistina vão estar abertos ao público novamente além do horário comercial.

Toda sexta-feira, até 15 de julho, e depois de 2 de setembro até 28 de outubro, os locais estarão abertos das 19h até 23h (última entrada permitida às 21h30).

Alguns exemplos de pontos a visitar além da Capela Sistina são a Galeria de Mapas, as Salas de Rafael e as Galerias da Biblioteca Apostólica.

Os interessados em viagens à cidade podem buscar informações com a Opera Romana Pellegrinaggi , braço do Vaticano ligado a viagens.

LUCRO

O "bom ano" dos museus na Cidade do Vaticano, que receberam maior número de visitas, "apesar da crise no setor turístico mundial", conduziu a lucro, informou nota oficial, ainda que não tão significativo.

A Cidade do Vaticano teve receita em 2010 de 255,89 milhões de euros, e as despesas chegaram a 234,84 milhões de euros, encerrando 2010 com lucro no valor de 21,04 milhões de euros (R$ 47,55 milhões), segundo o cardeal Velasio de Paolis, presidente da Prefeitura de Assuntos Econômicos.

Entre os cardeais que participaram da reunião do conselho que aprovou o balanço financeiro, entre 30 de junho e 1º de julho, estava dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo.

Neste ano, o dia 1º de maio foi vital para mais visitas ao destino, já que foi a data da beatificação do papa João Paulo 2º, falecido em 2005.    

veja também