Cidade Adoniran - Sesc Consolação

Cidade Adoniran - Sesc Consolação

Atualizado: Sexta-feira, 19 Agosto de 2011 as 10:54

Desde segunda-feira (15/08), o Sesc Consolação apresenta a mostra “Cidade Adoniran”, com 20 fotos inspiradas nas músicas do cantor, compositor e ator brasileiro Adoniran Barbosa, morto em 1982. As obras foram criadas pelo fotógrafo paulistano Otavio Valle, que desenvolveu o projeto a partir das histórias contadas pelo sambista.

Segundo Valle, a escolha por Adoniran se deve especialmente à história de vida do artista, cuja obra encarna os mais diversos personagens que ajudaram a construir a metrópole. “Adoniran  foi um dos grandes cronistas de São Paulo. Ele traduziu como ninguém a alma dos paulistas”, diz.

Filho de imigrantes italianos, Adoniran nasceu em 1910 em Valinhos (SP) com o nome de João Rubinato. Antes de ser artista, foi entregador de marmitas, mascate, pintor, encanador, garçom e chofer. Em 1932, vivendo em São Paulo, começou a compor e adotou o nome artístico.

Em 1936, gravou seu primeiro samba, “Agora pode chorar”, estourando na década de 50 com “Saudosa Maloca”, interpretada pelos Demônios da Garôa. “Trem das Onze” também deve seu sucesso ao grupo, que a gravou em 1964. Nos anos 70, gravou seu primeiro LP e passou a atuar no rádio, na TV e no cinema. Dentre os sucessos das quais participou, estão a novela “Mulheres de Areia”, em 1971, e a pornochanchada “Elas são do baralho”, onde contracena com Vera Fischer, em 1976.

Cidade Adoniran.

De 15 de agosto a 30 de setembro no Sesc Consolação: rua Dr. Vila Nova, 245, Vila Buarque, tel: 11 3234-3000.

Mais informações: www.sescsp.org.br

veja também