Cidade de Estocolmo tem mais de 100 museus

Cidade de Estocolmo tem mais de 100 museus

Atualizado: Terça-feira, 9 Fevereiro de 2010 as 12

No title Estocolmo é considerada a mais bela cidade da Escandinávia e uma das mais belas da Europa. Formada pela ligação de 14 ilhas, a capital da Suécia mistura áreas verdes com belas construções. Além disso, a riqueza cultural impressiona: são mais de 100 museus e 70 galerias espalhadas pela cidade.

Praticamente quase todos os pontos turísticos podem ser vistos caminhando: 57 pontes conectam todas as ilhas permitindo uma fácil locomoção. O sistema público de transporte não fica atrás, oferecendo dezenas de opções de trem, metrô, ônibus e barca, que se interligam no sistema de bilhete único. A dica é aproveitar as barcas para ter uma visão privilegiada da cidade pelo mar. Se preferir, empresas organizam tours pelos canais.

Uma boa pedida para começar a sua viagem é o The City Hall. Esse patrimônio arquitetônico da cidade com sua torre de 106 metros sedia anualmente o banquete de comemoração do prêmio Nobel. As salas onde ocorrem o jantar, Blue Hall, e a dança, Golden Hall, podem ser visitadas em tours guiados.

Remanescente dos tempos passados de Estocolmo, Gamla Stan também é parada obrigatória. Trata-se de um dos mais belos centros medievais de toda a Europa. Suas ruas estreitas com restaurantes, bares, lojas de lembrancinhas e casas antigas têm um ambiente único. O Stortorget, quarteirão mais antigo da cidade, fica no bairro e possui bons cafés e restaurantes. Mas o local também serve como centro administrativo político. O Royal Palace abriga cinco museus que mostram um pouco da história, costumes e objetos de reis e rainhas suecos.

A monarquia da Suécia, diferentemente de outras, abre seus palácios para o público. O Drottningholm Palace, casa de membros da família real desde 1981, se destaca pela impecável preservação de seus salões, jardins, teatros e obras de arte. Enquanto isso, o Príncipe Eugens deixou como herança uma vasta coleção de pintura no museu que um dia foi a sua casa: Prince Eugens Waldemarsudde.

O Vasa Museum é um dos mais peculiares do mundo. Montado dentro de uma gigante embarcação do século XVII, as nove exposições do museu recebem mais de um milhão de turistas por ano. Já o Moderna Musset é referência em arte moderna e contemporânea, com uma coleção com obras de Picasso, Salvador Dali, Derkert e Matisse. Para o movimento clássico, o Nationalmuseum comporta um acervo dos principais artistas suecos, além de nomes internacionais como Rembrandt, Goya e Degas.

Outras opções são os museus ao ar livre. O Skansen Open-Air Museum possui um ótimo ambiente para conhecer a cultura do país. Uma pequena cidade foi montada levando em conta as tradições suecas. Lá, ainda é possível encontrar um zoológico com animais escandinavos.

Na ilha de Lindingö, Millesgarden merece uma visita. O parque Millesgarden abriga algumas das esculturas do renomeado artista Carl Milles. Entre as mais conhecidas está a Hand of Gods, obra reproduzida em diversas partes do mundo.

Um programa mais afastado do centro leva a conhecer o arquipélago de Estocolmo. Ilhas com seu ambiente rústico e ilhotas desertas formam um verdadeiro retiro da vida urbana em plena capital. Se desejar dormir por lá, há hoteis. Tours diários também partem do centro de Estocolmo.

Pieter Zalis/Agência Andrés Bruzzone Comunicação

veja também