Cidade do Cabo tem o exotismo africano e muito mais

Cidade do Cabo tem o exotismo africano e muito mais

Atualizado: Sexta-feira, 6 Agosto de 2010 as 10:45

A Cidade do Cabo encanta não só os apaixonados, como é conhecida há anos, mas todos aqueles que amam as coisas boas da vida. A primeira impressão que se tem ao ouvir falar de uma cidade africana é de um destino cheio deexotismo , vida selvagem e natureza, certo? Pois isso é só o começo do que você poderá desfrutar ao visitar a Cidade do Cabo, segunda maior cidade da África do Sul, um dos dez mais procurados destinos turísticos do mundo. Descoberta em 1488 pelo português Bartolomeu Dias, que explorava os mares em direção às Índias, a região logo foi tomada pelos holandeses e ingleses, presentes na região até hoje.  

A surpresa começa pela disposição geográfica única, a cidade rodeia o pé de uma montanha, aMontanha da Mesa   (do inglês Table Mountain), que leva este nome por apresentar justamente o formato de uma mesa, seguida de uma formação rochosa com 12 picos, que foi denominada pelos locais como "os 12 apóstolos". Não espere encontrar uma cidade muito grande, na verdade a região metropolitana da Cidade do Cabo, mesmo sendo considerada a segunda maior população da África do Sul, limita-se pelo contorno da Montanha da Mesa com o oceano Índico ao fundo de um lado e o oceano Atlântico do outro, fazendo que seu crescimento seja bastante controlado. Nos seus arredores, há o Cabo da Boa Esperança, o ponto mais distante do continente africano em direção à Antártida.

O estilo da cidade é   colonial   e traz charme para seus edifícios e prédios públicos (o poder Legislativo da África do Sul tem a Cidade do Cabo como sede), bem como museus de diversas comunidades, como os judeus e os muçulmanos. O passado contrasta com a modernidade e as grandes   highways   da cidade, bem como o complexo beira-mar de shoppings, hotéis, restaurantes e outros passeios, chamado de V&A Water Front, logo trarão a imagem de uma cidade contemporânea e cosmopolita, o que traz conforto e praticidade para quem a visita.  

Ainda no ritmo de   modernidade , a cidade oferece empreendimentos como o Canal Walk, espécie de shopping center gigantesco em meio a canais fluviais que são interligados a condomínios residenciais, comerciais, áreas de lazer e shopping centers com praças de alimentação e outras opções de entretenimento, modelo que esta se tornando muito comum em toda África do Sul.

Localizada na província de Western Cape, a Cidade do Cabo também é conhecida pela liberdade de expressão proveniente de um país em constante transformação. Reduto de artistas de todo o continente africano, a sociedade local abre espaço para o   público GLS   (o casamento entre pessoas do mesmo sexo é permitido na África do Sul) e recebe centenas de turistas que realizam seus casamentos na atmosfera amigável e romântica da cidade.

Você poderá surpreender-se com a infra-estrutura e a organização logo ao chegar à África do Sul. Sede da   Copa do Mundo de 2010 , o país enfrenta um acelerado processo de modernização de infra-estrutura pública e hoteleira, que prevê novos aeroportos, estradas e áreas de lazer. Você terá a impressão de estar visitando um país desenvolvido da Europa ou América do Norte. Porém, lembre-se que você está em um país em desenvolvimento, que possui favelas e áreas com risco de crime, todas elas localizadas em regiões marginais à cidade, bem longe do convívio urbano.

O   clima   da Cidade do Cabo, no entanto, não é exatamente o que brasileiros estão acostumados para uma cidade praiana. Sua localização geográfica está exatamente no meio da corrente de ar que vem da Antártida, ou seja, mesmo com dias ensolarados e bonitos, os ventos (muito comuns na primavera) e as brisas fazem a temperatura girar entre 4 e 12 graus no inverno e 15 e 29 graus no verão. Note que esta mesma corrente traz uma área de instabilidade que cobre geralmente o topo da Montanha da Mesa, principalmente no outono e no inverno. Muita gente visita a cidade e vai embora sem ver a montanha, o principal cartão-postal da cidade. Portanto é bom você checar o clima antes de decidir seu passeio, para evitar frustrações, consulte sempre a previsão no Weatheronline (21 424-8181).

Stellenbosch  

É considerada um dos principais destinos turísticos nas redondezas da Cidade do Cabo por concentrar o maior número de vinícolas do país. Conhecida como a "rota do vinho ", a cidade e toda sua região oferecem cinco sub-rotas com mais de 200 produtores de vinho que são visitadas por turistas de todo mundo, há mais de 30 anos. Mas não se preocupe com tanta fartura, o departamento turístico local oferece mapas com todas as informações sobre cada vinícola e o caminho de todas as rotas para que você possa desfrutar daquela que escolher.  

Algumas dicas e boa viagem:

- Alugue um carro, você ficará livre para decidir seus passeios e é muito barato (veja em Como chegar e circular ).

- Coma frutos do mar na Cidade do Cabo, pois além de baratos estão entre os melhores do mundo, aproveite um almoço em Camps Bay para fazer isso e peça vinho branco sul-africano para acompanhar (veja em Gastronomia ).

- Almoce no Groot Constancia, a mais antiga vinícola da África do Sul (veja em Vinícolas ).

- Para os amantes de boa música, vá jantar no Green Dolphin Restaurant, em V&A Waterfront, para fazer uma imersão no jazz sul-africano bacana.   INFORMAÇÕES E SERVIÇO

Site do país   -   http://www.gov.za

Site de turismo do país   -   www.southafrica.net

Site da cidade   -   www.capetown.gov.za

Site de turismo da cidade   -   www.tourismcapetown.co.za/

DDI   - 27 (África do Sul)

Código de acesso da Cidade do Cabo   - 21

Informações turísticas   - Centro de informação ao Turista em Cape Town, Pinnacle Building, esquina com as ruas Burger e Castle. Tel: 27 (021) 487-6800,   www.tourismcapetown.co.za .

Idioma   - A África do Sul possui mais de onze idiomas oficiais, porém os mais utilizados na Cidade do Cabo são o africanês (dialeto próximo ao holandês) e o inglês.

Fuso horário   - 5 horas a mais em relação a Brasília. A África do Sul não possui horário de verão.

Moeda   - Rand da África do Sul, representados pela letra "R". Acesse   economia.uol.com.br/cotacoes/ para acompanhar a cotação.

Energia elétrica   - 220V - Você deverá ter um plug especial para se conectar às tomadas do país

Telefones úteis   - 10111 (polícia)  

Visto e imigração   - Para entrar na África do Sul não é necessário ter visto de turismo. Porém, para que possa passar pela imigração sul-africana, seu passaporte deverá possuir 30 dias de validade e uma página em branco na seção de vistos.

veja também