Cinzas do vulcão chileno voltam a cancelar vôos na Argentina

Cinzas do vulcão chileno voltam a cancelar vôos na Argentina

Atualizado: Terça-feira, 22 Novembro de 2011 as 1:28

A presença das cinzas do vulcão chileno Puyehue Cordón Caulle no céu de Buenos Aires obrigou nesta terça-feira (22) as estatais Aerolíneas Argentinas e a Austral a cancelarem dezenas de voos no aeroporto do Aeroparque.

Durante a madrugada, os voos rumo a São Paulo, Rio de Janeiro e Montevidéu foram cancelados. Os com destino a cidades da Argentina permanecem adiados até novo aviso, disseram fontes das empresas afetadas.

A chilena Lan decidiu operar normalmente e o fenômeno meteorológico não prejudicou as operações do aeroporto internacional de Ezeiza, a 35 quilômetros de Buenos Aires, o maior do país.

As cinzas do complexo vulcânico chileno, que fica a 1.700 quilômetros de Buenos Aires, foram detectadas sobre o território portenho na madrugada desta terça-feira pelo Serviço Meteorológico Nacional e espera-se que o fenômeno se dissipe depois do meio-dia.

Aerolíneas Argentinas e sua subsidiária Austral cancelaram entre 3,4 mil e 3,5 mil voos desde que o Puyehue Cordón Caulle entrou em erupção em junho, conforme fontes das companhias.

Mesmo com o fim da atividade do complexo vulcânico, os ventos levantam toneladas de cinzas depositadas na região e as disseminam para grandes distâncias sobre o território argentino. 

veja também