Cirque du Soleil estreia quarta turnê em SP

Cirque du Soleil estreia quarta turnê em SP

Atualizado: Quinta-feira, 15 Setembro de 2011 as 11:16

A tenda azul e amarela voltou a ser armada no Parque Villa-Lobos, em São Paulo. É o Cirque du Soleil, que aporta no país pela quarta vez com o espetáculo "Varekai".

Diferentemente de "Saltimbanco", primeira peça do grupo apresentada aqui, em 2006, após 14 anos de sua estreia, esta é a produção que chega mais fresca, com nove anos de defasagem.

"A companhia é grande, leva mesmo bastante tempo para a locomoção. Quando vamos a cidades em que ficamos três ou quatro meses, como em São Paulo, o ano passa muito rápido", afirma Chantal Blanchard, chefe de relações públicas do Cirque.

Após ter se apresentado pelos EUA, Europa e Ásia, "Varekai" fica na capital paulista até o fim de novembro e depois segue para o Rio, Belo Horizonte, Brasília, Recife, Salvador, Curitiba e Porto Alegre, encerrando a temporada somente em agosto de 2012.

A linha narrativa do espetáculo dirigido pelo canadense Dominic Champagne é inspirada livremente no mito de Ícaro.

No caso, após ter suas asas queimadas pelo sol, o personagem vai a um mundo encantado. A proposta é celebrar a alma nômade -em dialeto cigano, "Varekai" significa "onde quer que seja".

Entre números acrobáticos e de forte apelo visual há a assinatura de um brasileiro. O segmento "Ne me Quitte Pas" foi criado pelo palhaço Claudio Carneiro, que não integra mais a companhia.

A turnê envolve 170 pessoas de 25 nacionalidades e é apenas um pequeno pedaço da megacorporação na qual o Cirque se transformou.

Criado em 1984, no Canadá, por Guy Laliberté --então um artista de rua--, o grupo soma hoje 5.000 funcionários e calcula que seus shows tenham sido vistos por mais de 100 milhões de pessoas. Cada produção custa entre US$ 30 milhões e US$ 100 milhões. Atualmente há 22 delas em cartaz pelo mundo.

Ao contrário da primeira turnê brasileira, o giro de "Varekai" não conta com recursos arrecadados por meio de leis de incentivo fiscal.

VAREKAI

QUANDO ter. a sex., às 21h, sáb., às 17h e 21h, dom., às 16h e 20h; até 27/11

ONDE Parque Villa-Lobos (Avenida Queirós Filho, s/n, tel. 0/xx/11/4003-6464)

QUANTO de R$ 140 a R$ 395

CLASSIFICAÇÃO livre

veja também