Com 140m, fonte suíça Jet d Eau completa 120 anos

Com 140m, fonte suíça Jet d Eau completa 120 anos

Atualizado: Quarta-feira, 21 Setembro de 2011 as 11:42

O monumento mais representativo de Genebra, Suíça, o Jet d'Eau ("Jato d´Água", em tradução do francês), a fonte de 140 metros, visível em quase todos os pontos da cidade, celebra neste ano seu 120º aniversário.

"Se Nova York tem a Estátua da Liberdade e Paris a Torre Eiffel, em Genebra temos o Jet d'Eau", afirmou Gérard Luyet, funcionário da SIG, empresa que administra o sistema de água da cidade e é proprietária do monumento.

A data oficial de seu nascimento é o dia 2 de agosto de 1891, quando foi declarado monumento pela prefeitura de Genebra

A criação do Jet d'Eau remonta a 1886, época na qual esta cidade, situada nas margens do rio Ródano e banhada pelo lago Léman experimentava sua expansão industrial.

Nesse ano, foi construída a fábrica hidráulica de Coulouvrenière, que distribuía água aos lares e às indústrias de Genebra. Mas à noite, quando o consumo de água era menor, a instalação acumulava muita pressão, o que obrigava os maquinistas a parar a distribuição de vez em quando para diminuí-la.

A solução definitiva para o problema foi criar uma saída alternativa para a água: um jato ascendente de 30 metros de altura no rio Ródano, uma obra de engenharia que rapidamente chamou a atenção da população local.

Diante da curiosidade despertada por esse pequeno jato de água, a prefeitura de Genebra, em 1891, por ocasião do 600º aniversário da Confederação Helvética, decidiu deslocá-lo a um lugar mais visível da cidade --o centro do lago--, triplicando suas dimensões até os 90 metros de altura e o declarou monumento da cidade.

Atualmente, o Jet d'Eau alcança 140 metros de altura e impulsiona 500 litros de água por segundo. Domina a vista resplandecente da cidade, a mais repetida nos postais das lojas de souvenires.

COREIA DO SUL

Não é o mais alto do mundo --existe um em Seul, Coreia do Sul, de 200 metros--, mas é um dos mais antigos e o único "integrado ao ambiente urbano", o que o transforma em visita obrigatória de todo turista.

Segundo Luyet, uma das particularidades do Jet d'Eau é ser um monumento "vivo", já que lança suas águas para o alto e dança ao ritmo da brisa, "adotando diversas formas em função das condições meteorológicas da cada dia".

"Sua matéria-prima é a natureza, já que são a água e o vento que moldam seu aspecto esbranquiçado e suas formas variáveis", detalhou.

Seu espetáculo começa toda manhã às 9h, quando algum dos cinco empregados aposentados da SIG que trabalham agora como voluntários aperta o botão vermelho que aciona o jato.

A água flui rumo ao céu de maneira ininterrupta --se as condições meteorológicas permitirem--, até as 22h, quando a cidade vai dormir e seu símbolo mais representativo descansa até que o botão vermelho o ative novamente.    

veja também