Conheça as cidades históricas de Portugal

Conheça as cidades históricas de Portugal

Atualizado: Sexta-feira, 5 Fevereiro de 2010 as 12

O Porto, a segunda cidade mais importante do país e uma das mais antigas, situada na foz do rio Douro, tem um centro histórico tombado pela UNESCO como patrimônio da humanidade. A cidade deve sua fama ao vinho que leva o seu nome. O Porto é conhecido por sua intensa vida empresarial e cultural.

Descubra a zona ribeirinha fazendo o Circuito da Ribeira e conheça a Casa do Infante, a igreja de São Francisco, o Palácio da Bolsa e as famosas ruas Ferreira Borges, Ribeira e Miragaia. De manhã, faça um cruzeiro pelo Douro e descubra as antigas e imponentes pontes. Nesta viagem, visite a Póvoa do Varzim e Vila do Conde e a pequena cidade de Amarante.

A riqueza dos edifícios do centro histórico do Porto, na lista do Património Mundial da UNESCO, atravessa a arte Romana, Gótica, Barroca, Neoclássica e a Arquitectura do Ferro para chegar aos nossos dias em perfeita harmonia com as obras de arrojo contemporâneo da Escola de Arquitectura do Porto.

Sintra, situada em uma região cheia de magia e mistério, foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Passeando o turista pode encontrar vestígios do período neolítico na Tholos do Monge, as muralhas do castelo dos Mouros e a austeridade do Convento dos Capuchos. No centro histórico, ruas labirínticas, escadinhas e arcadas medievais.

A lindíssima vila foi escolhida por diversos reis portugueses para ali construírem os seus palácios. Diz-se que no Palácio Nacional, erguido no final do século XIV, em Sintra, D. Manuel I recebeu as notícias dos descobrimentos da Índia e do Brasil e que no mesmo local o poeta Luís de Camões recitou Os Lusíadas para o rei D. Sebastião. O prédio tem a mais vasta azulejaria mudéjar da Península Ibérica.

Sintra tem museus que contam a história de povos muito remotos que se fixaram na região. A poucos quilómetros de Sintra encontram-se dois palácios reais que não pode perder. Em Queluz, o palácio de Verão da família real e, em Mafra, o palácio-convento-basílica, o maior edifício português construído no século XVIII. O Palácio Nacional de Mafra é o mais importante monumento barroco português, ocupando uma área com cerca de 40 mil metros quadrados.

Ainda em Sintra, vá ao palácio mais romântico de Portugal, o da Pena. A obra deve-se à iniciativa do rei D. Fernando II.

Perto da cidade de Tomar, vá ao Castelo de Bode, faça um cruzeiro com almoço a bordo ou, se preferir, opte por um dos vários esportes aquáticos radicais.

veja também