Conheça Cambará do Sul (RS)

Conheça Cambará do Sul (RS)

Atualizado: Quinta-feira, 9 Abril de 2009 as 12

Vales profundos, com até 900m de altura, forrados de araucárias. De suas bordas despencam quedas d’água com até 720m. O clima frio e úmido e a névoa que envolve essas formações são propícios para saborear um legítimo chimarrão. Este é o cenário onde se encontram os cinco maiores cânions do país. Uma paisagem espetacular ameaçada pelo desmatamento das araucárias mesmo sendo uma região de preservação ambiental.

Sua criação é antiga: 1959. Mais antigos são os cânions que começaram a se formar a 130 milhões de anos. Enriquecendo a paisagem estão trechos da quase extinta Floresta de Araucária. Isso é um pouco do que se pode encontrar dentro dos 10.250 hectares do Parque Nacional de Aparados da Serra.

Infra-estrutura

O Parque possui centro de visitantes, espaço cultural para exposição de fotos, auditório com capacidade para 50 pessoas, lanchonete, sanitário, loja de artesanato e estacionamento.

Clima & Geografia

O clima é determinado como clima temperado, apresentando média anual de 16 graus; o mês mais quente é janeiro e os mais frios são junho e julho.

Um derrame de lavas há 130 milhões de anos se espalhou pela superfície em forma de crosta. Essa crosta rachou ao meio, formando bordas afiadas que parecem ter sido esculpidas. Assim surgiram os cânions da região, possuindo uma profundidade média de 600m. O nevoeiro que quase sempre envolve essas formações se deve à grande diferença de temperatura.

Atrações Turísticas

O maior cânion do parque é o Itaimbezinho, com 5,8km de extensão. Trilhas levam até as suas bordas e de lá, em dias claros, pode-se ter uma visão até do litoral do Rio Grande do Sul. 

Mas não deixe de visitar também na região, o Canyon Fortaleza, a Cachoeira dos Venâncios, o Passo da Ilha e várias outras opções de Ecoturismo e Aventura.

Ecoturismo & Natureza

A flora do parque constitui-se de trechos de Floresta de Araucária, campos e floresta pluvial atlântica. Seus principais representantes são, respectivamente, o pinheiro-do-paraná, gramíneas e ervas, e árvores de grande porte como a cangerana. 

Entre os mamíferos que constituem a fauna estão o puma, o lobo-guará, o graxaim e o veado-campeiro. O parque abriga três espécies de aves ameaçadas de extinção: o gavião-pato, o gavião-pega-macaco e a águia-cinzenta. Além desses, existem ali diversas espécies de répteis.

Trilhas

Canyon Itaimbezinho

O mais famoso de todos, com infra estrutura de parque. Aberto de Quarta á Domingo.

Canyon Fortaleza

Ainda bem selvagem com paredes de até 900 m de profundidade, bem na divisa dos estados do RS e SC. Sem infra estrutura nenhuma. Aberto diariamente.

Trekking ao Canyon Malacara

Visita aconselhável somente com guia, consulte as agências que operam o trekking. São aprox. 24 km na borda dos canyons.

Trekking do Rio do Boi

Trekking de nível médio/Avançado onde se entra no canyon, são aprox. 6 hs de trekking sobre o leito do rio com belos paredões de até 700 m de altura. Não deixe de reservar o café rural para que na volta possam saborear as delícias da Marisalva.

Canyon do Itaimbezinho  

Cachoeria dos Venâncios

Perto de Cambará do Sul, com acesso relativamente bom em estrada de terra, antes de chegar, uma leve caminhada até o espetáculo das águas sobre os Campos de Cima da Serra.

Lajeado das Margaridas

Pertinho aprox. 8 km de Cambará é outro lageado onde se pode apreciar a beleza da natureza e relaxar aos pés das Araucárias.

Passeio do Mel

Em cambará não deixe de visitar a produção do mel, possibilidade de aprender sobre a apicultura e todo o processo de embalagem.

Passeios a Cavalo nas Fazendas

Várias fazendas oferecem esta opção. O gaúcho tem uma relação muito forte com os cavalos, aproveite a curta passeios conjugados onde á cavalo pode-se visitar cachoeiras e lageados.

veja também