Conheça Mangue-Seco, a vila de Tieta do Agreste

Conheça Mangue-Seco, a vila de Tieta do Agreste

Atualizado: Quarta-feira, 20 Janeiro de 2010 as 12

No title Mangue-Seco é uma pequena vila de pescadores (a população não ultrapassa 200 habitantes), cuja característica são as imensas dunas que com a força dos ventos vem cobrindo ao longo dos tempos coqueiros, casas e até ruas. A vila tornou-se famosa a partir do momento em que foram gravados alguns capítulos da novela Tieta (TV Globo), baseada no romance Tieta do Agreste, de Jorge Amado. Apesar de famosa, a pequena vila cujo nome verdadeiro é Santa Cruz da Bela Vista, tem na tranqüilidade do seu dia-a-dia, na simplicidade das suas ruas de areia e na força da natureza exuberante, suas principais atrações.

Localizada as margens do Rio Real, na divisa da Bahia com Sergipe, está a 242 km. de Salvador através da Linha Verde. A melhor forma de chegar é via Sergipe. Vindo do sul, pela Linha Verde, siga até Indiaroba ( já em território sergipano) e dali por mais 12 km em estrada de terra até Pontal. Ali pode-se deixar os carros estacionados e seguir de barco (mais ou menos 40 minutos atravessando o Rio Real) até Mangue-Seco. Para quem vem de ônibus o ideal é ir até Estancia-SE e daí tomar um outro até Pontal.

Mangue-Seco abriga diversos ecossistemas litorâneos tais como dunas, restinga, foz, manguezais e praias. A fragilidade e beleza destes ecossistemas fez com que esta área fosse declarada, em 1994 APA - Área de Proteção Ambiental. Portanto, toda e qualquer diversão em Mangue-Seco deve levar em consideração a fragilidade destes ecossistemas como também o respeito a esta tranqüila comunidade de pescadores

São 30 km de praias. Da foz do rio Real até a barra do Itariri, ao sul. Para quem deseja mais mordomia (peixe frito e cerveja gelada) aconselhamos a Praia de Mangue-Seco a 1,5 km da vila. Para os amantes do trekking (caminhada) a opção é a foz do rio Real ou uma longa caminhada através da praia do Coqueiro e da Costa Azul. Apesar do vários nomes ali temos uma única e imensa praia, plana e de ondas relativamente fortes.

Como as ruas são de areia, o meio de locomoção mais utilizado em Mangue-Seco, depois das caminhadas, é o bugre. Ali podem ser contratados passeios pelas praias e também pelas dunas com duração média de duas horas. Passeios de barco pelos manguezais do rio Real também podem ser combinados com os pescadores locais.

DICAS - as imensas dunas que soterram casas e coqueiros também proporcionam a prática do esqui de areia, que é praticado com folhas de coqueiros. Para quem não quiser ir a praia , na beira do rio Real (onde está localizado a vila) existem bares e restaurantes que oferecem saborosos frutos do mar e cerveja gelada.

Zero Hora/ Agência RBS

veja também