Copa e Olimpíadas despertam investimentos hoteleiros no Brasil

Copa e Olimpíadas despertam investimentos hoteleiros no Brasil

Atualizado: Quarta-feira, 25 Novembro de 2009 as 12

A realização dos dois grandes eventos internacionais, a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016, está despertando o investimento e a abertura de novas unidades hoteleiras no Brasil. Um dos investidores é a Sotheby?s International Realty, com escritórios em Atlanta (EUA), Londres, Portugal, Grécia, Alemanha e África do Sul, e que vai enviar os representantes ao Brasil para que nos próximos meses verifiquem quais as oportunidades no setor imobiliário de luxo no Rio de Janeiro e em São Paulo.

Também o grupo Jumeirah planeia abrir os primeiros hotéis da cadeia no Brasil, "pois nesta fase o Brasil é um mercado considerado saudável e robusto, com uma boa oferta e com a dinâmica necessária para a o qual é considerado por nós como top priority", refere James Erlacher, vice-presidente do grupo, da área de desenvolvimento para as Américas no Dubai.

Para o Jumeirah a prioridade passa por operar hotéis em São Paulo e Rio de Janeiro e também o segmento dos resorts "principalmente na região Nordeste do País", disse Erlacher.

O grupo Four Seasons prevê chegar a acordo com os responsáveis de três projetos para os próximos 18 meses, incluindo hotéis em São Paulo e Rio de Janeiro e um resort de praia, referiu Alinio Azevedo, diretor da cadeia hoteleira.

"O número de pessoas num País como o Brasil (192 milhões) é sempre tido em conta e permite-nos compreender melhor como é que a criação de riqueza tem decorrido neste País nos últimos oito a dez anos", referiu Azevedo ao falar sobre as oportunidades de investimento no setor imobiliário e do turismo no Brasil.

Este grupo hoteleiro concluiu que o número de hóspedes brasileiros no Four Seasons Hotels and Resorts é crescente, assim como as reservas que estão a receber para o Rio de Janeiro e São Paulo, refere Alinio Azevedo.

veja também