Cresce movimento em Viracopos (SP) e no Galeão (RJ)

Cresce movimento em Viracopos (SP) e no Galeão (RJ)

Atualizado: Segunda-feira, 1 Junho de 2009 as 12

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), registrou um aumento considerável no movimento de passageiros no primeiro quadrimestre deste ano, comparado ao mesmo período do ano passado: 93,7%. O motivo foi a implementação dos voos da Azul Linhas Aéreas.

Já o Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro/Galeão - Antonio Carlos Jobim teve um crescimento na movimentação em 6,6%. Ao contrário do que se esperava, não foi registrado "esvaziamento" de voos no Galeão após a liberação das novas operações no aeroporto Santos Dumont.

Para o presidente da Infraero, Cleonilson Nicácio Silva, a variação positiva do Galeão responde aos investimentos que a empresa está realizando nos terminais de passageiros. "As empresas aéreas têm interesse em voar no Galeão. É um aeroporto que oferece excelentes condições de operacionalidade e está ficando cada vez melhor com as reformas que seguem em ritmo acelerado", diz. "Diferente do que alguns especialistas defenderam, o fato de o Santos Dumont ter aumentado em 13, 6% seu crescimento não impediu o crescimento nas operações do Galeão", completa o executivo.

Investimentos continuam - De janeiro a maio deste ano, a Infraero já investiu R$ 17,89 milhões em reformas rápidas e adequações que foram priorizadas no projeto de remodelagem do aeroporto. Até 2012, cerca de R$ 690 milhões serão aplicados em diversas obras de melhorias no terminal 1 e conclusão do terminal 2.

Campinas - O Aeroporto de Viracopos, reconhecido pela logística de carga, se prepara a cada dia para receber mais passageiros. Entre as obras que serão realizadas, a Infraero prevê um novo terminal e a construção de uma nova pista de pousos e decolagens. São cerca R$ 905 milhões de investimentos da própria empresa e do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

A pista deve ficar pronta em 2013. Até lá, deverão ser concluídos o reforço e o alargamento da pista de táxi, a ampliação do pátio do terminal de cargas e a construção de um novo pátio de aviação geral.

A Infraero prepara Viracopos para ser o maior complexo aeroportuário da América do Sul, daqui a 20 anos. Ele deverá se tornar o principal aeroporto internacional do Estado de São Paulo.

veja também