Cumuruxatiba, Corumbau e Trancoso (BA): calmaria em praias desertas e vistas paradisíacas

Cumuruxatiba, Corumbau e Trancoso (BA): calmaria em praias desertas e vistas paradisíacas

Atualizado: Sexta-feira, 29 Maio de 2009 as 12

Cumuru era apenas uma tranqüila e rústica vila de pescadores. Nos dias de hoje, turistas brasileiros e estrangeiros se refugiam neste pedacinho do sul da Bahia em busca de uma vida mansa, águas mornas, praias desertas com rios de água doce, falésias, manguezais, fazendas de coqueiros.

Próximo a Cumuruxatiba, encontra-se a Ponta do Corumbau, que em tupy-guarani significa ''o fim do mundo e o começo da terra''. O nome traduz a bela paisagem onde a ponta da terra avança para o mar. A extensa praia de areia fina e branca, termina num pontal de 2 km, que a maré alta faz sumir. O Farol da Marinha, cercado de amendoeiras, à beira do rio Corumbau, faz limite com o vizinho município de Porto Seguro.

A região é considerada uma das mais belas do Brasil: o mar é de águas claras, onde se enxerga o fundo, de fina areia branca, com trechos de Mata Atlântica. Os pescadores da aldeia têm como vizinhos os índios Pataxós e o Parque Nacional do Monte Pascoal. Aliás, o Monte fica bem visível, desde a entrada que liga Cumuruxatiba a Corumbau. Os índios pataxós da aldeia atravessam o rio e vêm vender seu artesanato, misturando-se com os inúmeros pescadores da região, em pousadas - algumas rústicas, outras sofisticadas, em bares e restaurantes e em casas espalhadas por toda a área.

Completando este cenário, dentro da rota das belas praias do Sul da Bahia, está Trancoso. Um povoado que se originou de uma aldeia jesuíta e foi redescoberta em meados dos anos 70. Ainda conserva sua exuberante natureza, a simplicidade de seus moradores e um estilo rústico por toda a vila. Aproveite para conhecer as praias e desfrutar da comunidade à noite.  

Navegação para avistagem de baleias (de Julho a Outubro): breve palestra sobre as baleias Jubarte e o trabalho do Projeto Baleia Jubarte. Embarque em escuna para navegação de aproximadamente 25 milhas de percurso para observação desses imensos mamíferos que migram das água frias do Polo Sul para se reproduzirem nas águas quentes da Bahia. Um biólogo do Projeto Baleia Jubarte acompanha os participantes, dando informações durante todo o percurso. Duração: 5 horas

Principais atrações

Passeios: caminhadas pelas praias; caminhadas pela mata virgem; snorkeling e batismo nos parcéis de Cumuru; passeio de escuna.

Orquicobal: 07de setembro - Semana da Pátria - Exposição de orquídeas.

Praias:

Corumbau: praia de mar azul e areias brancas, apresenta coqueiros e manguezais. Acesso por estrada de terra precária com as chuvas – 57 km de Cumuruxatiba. De barco, o trajeto é feito em 2 horas.

Barra do Cahy: local onde os portugueses pisaram pela 1ª vez em solo brasileiro. A paisagem é composta por falésias e coqueirais, além da pintura que é o céu contrastando com o mar. São 18 Km de praias de Cumuruxatiba até as falésias de Cahy. No caminho, existem também outras praias, como a Ponta do Moreira e a Imbassuaba.

Imbassuaba: as falésias e os coqueiros dão o tom para a praia, que fica a 5 Km de Cumuruxatiba, a pé, pela areia.

Do Moreira: coqueiros e areias clara compõem a beleza dessa ponta de praia, que fica dentro de uma fazenda, a 3 km. Era conhecida como a praia dos namorados.

Do Rio do Peixe Pequeno à Peixe Grande: faixa de areia entre 2 rios, torna-se extensa na maré baixa – 2 Km de Cumuruxatiba;

Cumuruxatiba: recifes descobertos na maré vazante, fundo lamacento.

Dois irmãos: ondas fracas e falésias. 2 Km de Cumuru.

Areia Preta: areia monazíticas e falésias – 2 Km de Cumuru.

Japara Grande: falésias e manguezais – 13 Km de Cumuru.

Ponta do Corumbáu - Aqui os visitantes conhecem os recifes, onde há diversas espécies de peixes e diferentes animais marinhos. Um local para a prática do mergulho com uma larga extensão de 10km. Importante lembrar que a caça submarina é proibida. Para quem gosta de passeios de caiaques ou de barco a dica é o rio Corumbáu, passeando por uma virgem vegetação.

Curuípe - localizada a 20km de Trancoso, é um antigo povoado de pescadores. Nos dias atuais, ela continua com o seu estilo rústico e com muito charme, onde você encontra ótimos restaurantes, bares e pousadas.

Espelho - encontra-se a 20km de Trancoso em direção ao povoado de Caraíva. É uma das praias mais belas dessa região.

Patimirim - ao sul de Trancoso, quase sempre deserta, ótima para surf.

Itapororoca - conhecida pelas suas piscinas naturais que se formam na maré baixa, é uma das atrações ao sul de Trancoso.

Itaquena - uma praia selvagem, extensa e isolada. Localizada entre Trancoso e a Praia do Espelho.

Praia dos Nativos - nesta praia existem algumas opções de hospedagens, pela sua localização em frente a Trancoso, ao lado norte da barra do rio Trancoso. Próximo à barra, estão as barracas e cabanas de praia, e você pode degustar comidas típicas, aperitivos e bebidas.

Praia dos Coqueiros - praia de águas calmas cercada de recifes, ao sul de Trancoso.

Rio da Barra - ao norte de Trancoso, onde se inicia as falésias vermelhas e brancas, essa praia tem um cenário especial onde muitos a preferem pela tranqüilidade e beleza.

Rio dos Frades - é ele está entre a Praia de Trancos e a Praia de Curuípe. Quando a maré está seca é possível atravessar á pé para a margem oposta. Sua paisagem é de manguezais e coqueiros.

Rio Verde - além de curtir a praia, a dica para quem vai até o Rio verde é tomar um gostoso banho em sua lagoa.

Taipe - Localizada a 8km de Trancoso, entre Arraial D´Ajuda e Trancoso, cercada de exuberantes falésias ao sul e um uma parte de mata nativa. Caminhando pela praia em direção ao centro, você encontrará um dos pontos mais procurado, onde está a Lagoa Azul, entre a restinga e coqueiros. Ao sul da praia é comum a prática do naturismo.

veja também