Curitiba na prevenção ao turismo sexual

Curitiba na prevenção ao turismo sexual

Atualizado: Terça-feira, 5 Outubro de 2010 as 1:14

No encontro, serão apresentadas propostas de prevenção que envolvem o setor turístico de Curitiba

Representantes das 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014 estarão reunidos nesta quarta (6) e quinta-feira (7), na Universidade de Brasília, para discutir ações de prevenção à exploração sexual de crianças e adolescentes no turismo. O Instituto Municipal de Turismo será representado pela coordenadora de Capacitação, Ilka Lopes Cardoso.

No encontro, serão apresentadas propostas de prevenção que envolvem o setor turístico de Curitiba, cidade-sede da Copa, e ainda Foz do Iguaçu e o litoral paranaense. Para o mundial de 2014, a expectativa é que, em um mês, 500 mil turistas venham ao Brasil - 10% do total que o país recebe em um ano inteiro.

"Entre as ideias que propomos está a formação de um grupo multiplicadores que trabalhe em estabelecimentos como hotéis, bares e restaurantes", disse Ilka. "Também iremos sugerir uma pesquisa para identificar quais são os principais desafios para a prevenção do turismo sexual nestas três cidades".

Os participantes do encontro irão validar um documento para as campanhas nacionais de prevenção a exploração sexual de crianças e adolescentes no turismo. Eles também farão uma análise sobre as possíveis vulnerabilidades que o Brasil enfrentará na questão com a realização da Copa.

Uma comitiva irá apresentar as experiências vividas pela África do Sul, país que abrigou o mais recente mundial de futebol. "Com essa troca de idéias e com as diretrizes apresentadas voltaremos com ainda mais conhecimento para elaborar um plano de ação", disse Ilka.

A prevenção da exploração sexual de crianças e adolescentes no turismo será tema de um seminário em Curitiba, marcado para os dias 1 e 2 de dezembro.

Multiplicadores

O Encontro Preparatório Nacional Pró-Copa 2014 Prevenção à Exploração Sexual da Criança e do Adolescente no Turismo é uma ação do Ministério do Turismo e Universidade de Brasília.

O encontro integra o projeto de Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes no Turismo, que teve início em dezembro de 2009 e formou 163 multiplicadores em todo país.

As ações propostas neste projeto envolvem o setor público e privado, em especial os profissionais e empresários do setor turístico. A ideia é fazer ações articuladas para garantir os direitos de crianças e adolescentes nos destinos turísticos e nas sedes da Copa do Mundo de 2014.

veja também