Destinos do Brasil: Caravelas

Destinos do Brasil: Caravelas

Atualizado: Terça-feira, 19 Abril de 2011 as 11:31

Fundada pelo navegador italiano Américo Vespúcio, a pequena Caravelas se tornou importante durante o ciclo da mineração, sendo importante escoadouro da produção aurífera do Estado de Minas Gerais. Hoje, a cidade ainda guarda as marcas dessa época, com suas construções históricas e a tranqüilidade de uma vila.

Quem visita o Centro Histórico tem a oportunidade de apreciar a beleza das igrejas construídas nos estilos barroco português e espanhol e as casas com fachadas revestidas em azulejos Macau do século XIX.

Caravelas se destaca por suas belas praias, extensos manguezais, rios navegáveis e também por ser um dos portões de acesso ao Parque Nacional Marinho de Abrolhos, o primeiro Parque Nacional Marinho da América do Sul. O arquipélago de Abrolhos é formado pelos recifes de coral do Parcel de Abrolhos e pelas ilhas Redonda, Guarita, Sueste, Recife dos Timbebas e Siriba, a única onde o desembarque é permitido e o acesso só é possível por meio de barcos, escunas ou lanchas credenciadas. O trajeto leva de 2 horas e meia a 4 horas.

As águas que cercam as ilhas encantam a todos pela diversidade de cores e espécies marinhas que elas possuem.

Em determinados lugares, a visibilidade na água chega a 20 metros entre os meses de dezembro e março. Nas cavidades das cavernas da ilha Siriba podem ser vistas as moréias-verdes, os peixes-cofres, os peixes-frades e os coloridos frades-reais. Entre as ilhas Siriba e Redonda é possível conhecer cardumes de peixes-cirurgiões e enormes badejos-quadrados. As aves também estão presentes em todas as ilhas.

De julho a novembro é possível presenciar a visita das baleias jubarte, que saem da Antártida em busca de águas mornas para procriarem. De acordo com estudos feitos pelos pesquisadores do Projeto Baleia-Jubarte, os animais são catalogados e muitos já estiveram no arquipélago por mais de uma vez. A visita das baleias é inesquecível. Apesar do tamanho –chegam a medir até 16 metros e pesar 40 toneladas –, as jubartes são dóceis. Em suas aparições, costumam abanar as enormes caudas e “cantar”.

A cidade possui boas opções de hospedagem. Alguns hotéis e pousadas possuem piscinas, quadras de esporte, salas de ginástica e oferecem passeios até Abrolhos

As belas praias do Kitongo, Grauçá, Iemanjá e as Ilhas da Cassumba, do Pontal do Sul e o manguezal fazem parte do

acervo natural de Caravelas. Entre os atrativos culturais destacam-se a Matriz de Santo Antônio, o padroeiro da cidade e a Igreja de Santa Efigênia, com raras imagens dos séculos XVII e XVIII, além de uma série de casas em estilo colonial com fachadas em azulejos portugueses e de Macau.

O acesso terrestre acontece pelas BR-101 e BA-001. O acesso fluvial acontece pelos rios Caravelas e Caribê de barco ou de lancha pelo Parel da Paredes. O acesso aéreo acontece pelo Aeroporto das Conchas.  

veja também