Destinos do Brasil: Chapada dos Guiamarães

Destinos do Brasil: Chapada dos Guiamarães

Atualizado: Terça-feira, 26 Abril de 2011 as 10:06

Zona de preservação nacional, com cachoeiras, quedas-d'água, cavernas, mirantes e rochas esculpidas pelo vento, formando figuras interessantes e que dão um ar de magia ao ambiente.

Caminhadas pela mata mostram uma paisagem intocada. As árvores retorcidas revelam-se peças de uma arquitetura única, de impossível reprodução. Flores de todas as cores e frutos exóticos revelam um cerrado generoso e formoso.

O Parque Nacional de Chapada dos Guimarães, patrimônio natural brasileiro, foi criado em 1989, com uma área de 33 mil hectares, com o objetivo de proteger essas paisagens naturais maravilhosas, sítios arqueológicos e ecossistemas de grande interesse científico.

Em função da posição estratégica de Chapada dos Guimarães, muito próximo ao Centro Geodésico da América do Sul, com altitudes elevadas, abriga uma central do Projeto Sindacta, Sistema de Defesa Aérea do Ministério da Aeronáutica para o controle dos vôos militares.

Cachoeiras - Véu de Noiva, Independência, Andorinhas, 19 de Novembro, Pedra Furada, Sete de Setembro, Cachoeirinha, Salgadeira e dezenas de outras cachoeiras lavam a alma de quem está saturado da vida urbana. As águas transparentes descem com certeza do caminho a percorrer, construindo piscinas naturais em córregos e pequenos rios pedregosos onde lambaris desfilam indiferentes à companhia dos banhistas.

Gruta Aróejare (Caverna das Almas) - Guarda uma surpresa: sua maravilhosa Lagoa Azul, uma grande piscina cristalina com a entrada guardada por centenas de maritacas, periquitos, araras e papagaios.

Morro de São Jerônimo - Um dos pontos mais altos de Mato Grosso, com 1.020 metros, tem uma vista panorâmica fabulosa.

Casa de Pedra Furada - Gruta de 70 m² com inscrições ruprestes.

Mata Fria - Imponente, com suas insólitas e monumentais formações rochosas.

Complexo da Salgadeira - É mais que um atrativo. É um refúgio para aqueles que buscam paz e tranqüilidade num clima agradável e em constante contato com a natureza.

Caverna Aroe Jari - Aroe Jari é a maior caverna de arenito do Brasil, situada a 46 km da cidade de Chapada dos Guimarães, no Estado do Mato Grosso. Possui 1.550 m de extensão, é extremamente plana e apresenta inúmeras cachoeiras no interior. Próximo da entrada, existe uma nascente que formou a Lagoa Azul, piscina natural com água azul cristalina que se reflete nas paredes da gruta. Ela é tão especial que o Dr. Leonardo Borghi, Phd em geologia, solicitou a inclusão de uma ""Proposta de Sítio Geológico do Brasil para Registro no Patrimônio Mundial"" (World Heritage Commitee - Unesco). Sua visitação só é possível com guias autorizados e credenciados pela Embratur, com a emissão de voucher (passaporte) por meio da Eco Turismo Cultural, agência na praça central de Chapada

Localização:

Situada no Estado do Mato Grosso.

Dias e horário de funcionamento:

Parque Nacional da Chapada dos Guimarães: das 8h às 17h. O ingresso custa R$ 3. O parque pode ser visitado durante o ano todo, mas o banho de cachoeira é recomendado na época em que diminuem as chuvas (de agosto a novembro). No inverno ( de junho a agosto), a neblina pode prejudicar a visita aos mirantes.

Como chegar:

Rodoviário - Pela MT-251 (Rodovia Emanuel Pinheiro). A sede do parque fica a 13 km da cidade de Chapada dos Guimarães e a 55 km de Cuiabá

veja também