Destinos do Brasil: Pq Nacional dos Aparados da Serra

Destinos do Brasil: Pq Nacional dos Aparados da Serra

Atualizado: Quinta-feira, 28 Abril de 2011 as 9:23

Cambará do Sul serve de base para visitar o Parque Nacional de Aparados da Serra, onde fica o Cânion do Itaimbezinho e o Parque Nacional da Serra Geral, que tem como principal atração o Cânion da Fortaleza. Cânions e paredões de pedra que parecem enormes rachaduras no relevo ondulado das coxilhas (campos de pastagens comuns no sul do país) compõem a paisagem. Resultado de derrames basálticos no período jurássico, a região separa os Campos de Cima da Serra do litoral e os Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Nos cânions há trechos de Mata Atlântica, campos de gramíneas e florestas com araucárias, carvalhos e pinheirinhos-bravos. São proibidos o banho nos rios e os passeios a cavalo. Os animais mais avistados são o graxaim-do-campo (cachorro-do-mato), a jaguatirica, a suçuarana (puma ou leão-da-montanha), a gralha azul, o pica-pau e o gavião

Parque Nacional de Aparados da Serra - No parque encontram-se duas culturas distintas: uma relativa ao planalto e à parte baixa. O planalto teve colonização de jesuítas e a presença de estrangeiros como os alemães e italianos. Possui uma área de 10.250 ha e perímetro de 63 km. O Cânion do Itaimbezinho é o mais famoso cânion do Parque Nacional dos Aparados da Serra e também o maior da América do Sul, com uma extensão de 5.800 m e uma largura que alcança os 200 m. Seu nome vem do Tupi-Guarani e significa pedra afiada. As paredes rochosas do Itaimbezinho têm altura máxima de 700 m, cobertas por vegetação baixa e pinheiros nativos. O Parque Nacional dos Aparados da Serra localiza-se no município de Cambará do Sul, na Serra Gaúcha, em meio à região das hortênsias. Depois de visitar o Itaimbezinho, outras opções estão disponíveis para o deleite dos olhos. Os Cânions da Fortaleza, do Malacara e do Faxianalzinho não perdem em beleza. Visitas de quarta a domingo, das 9h às 17h. Ingresso: R$ 6 por pessoa. Estacionamento: R$ 5. Na sede há um Centro de Visitantes e um posto que oferece serviço de guias. Pedra do Segredo - A leste do município, distante 23 km da sede, formação monolítica de aproximadamente 5 m de altura, localizado na parede da formação rochosa chamada ""Fortaleza"". Por sobressair-se frente ao paredão rochoso é que tal formação constitui-se em atração. Passo do Nassuca - Ao norte do município, próximo a Ouro Verde, distante 20 km da sede, local de lazer, situado no Rio Santana, cercado por bosque de pinheiros, próximo ao reflorestamento da Empresa Celulose Cambará. Rio Camisas - Nascentes nos Aparados da Serra de leste a oeste, distante 15 km da sede, rio que banha o município ao leste, com mata nativa e campos em suas margens, possui um lajeado propício a banhos. Parque Nacional da Serra Geral - Possui uma área de 17.500 ha. Criado em 1992, é uma extensão do Parque Nacional de Aparados da Serra. São mais de 60 cânions na região. Os mais famosos são o Malacara e o Fortaleza. Apesar de todos se parecerem entre si, parece que algo único faz com que tenhamos uma sensação de total surpresa e fascínio quando chegamos perto da borda de cada um. Mas, com certeza, o que mais chama a atenção e surpreende pela sua magnitude é o Cânion Fortaleza: com mais de 7 km de extensão. É uma enorme fenda na terra que parece não ter fim. Coexistem na área a Floresta com Araucária, Campos e a Floresta Pluvial Atlântica, assim como as zonas de transição entre elas. Na Floresta com Araucária destaca-se: o pinheiro-do-paraná, a aroeira, o carvalho, a caúna e o pinheirinho-bravo. Nos Campos predominam as gramíneas. Na Floresta Pluvial Atlântica encontram-se várias espécies como: a maria-mole e a cangerana. O lobo-guará, a suçuarana e o veado-campeiro são avistados apenas nos locais de mais difícil acesso. Entre as aves estão o gavião-pato e a águia-cinzenta, que se encontram ameaçados de extinção. Encontram-se também ofídios peçonhentos. Compras: Ponchos de lã - Feitos em tear rústico (a partir de R$ 100). Av. Getúlio Vargas, 1004. Tel. (54) 251-1324, 8h30 às 11h30, 13h30 às 20h. R. Adail de Lima Valim, 39. Tel. (54) 251-1320, 8h30 às 12h, 13h30 às 17h30.

Localização: O município está localizado no Planalto das Araucárias, na parte sul, sudoeste do Planalto Meridional e na porção nordeste do Estado do Rio Grande do Sul, fazendo fronteiras com o Estado de Santa Catarina e os municípios gaúchos. A melhor época para visitação é o inverno (de maio a agosto), quando o risco de nevoeiro é menor, apesar do frio. Evite visitas em setembro, mês de chuva e pouca visibilidade, e nos finais de tarde no verão (quando há névoa nos cânions). Como chegar: Rodoviário - Saindo de Porto Alegre pela BR-101 e depois pela RS-020, percorre-se 190 km até a cidade. Existem linhas de ônibus para a Cambará    

veja também