Dicas para sua viagem de aventura

Dicas para sua viagem de aventura

Atualizado: Quarta-feira, 23 Janeiro de 2008 as 12

Em busca de um pouco mais de aventura ou apenas de novas experiências, é cada vez mais comum, nas férias, adotar o estilo "mochila nas costas e pé na estrada". Porém é importante analisar uma série de aspectos, para que a viagem não traga transtornos.

Segundo Fausto Eduardo de Oliveira, que pratica trekking há 18 anos e escalada há 11, antes de mais nada é preciso definir o roteiro. "Escolhendo aonde se vai, você consegue determinar o que levar, onde levar, como se preparar e quanto isso vai custar".

O próximo passo, e um dos principais, é a escolha da mochila. Uma opção errada poderá acarretar em uma grande dor de cabeça, além de uma dor nas costas maior ainda.

Uma boa mochila deve oferecer flexibilidade (com estrutura forte, mas não rígida, permitindo que a bolsa se mova em harmonia com o corpo); estabilidade (com diversas tiras de compressão que fixem os objetos no interior, evitando que fiquem se chocando contra o corpo, e que prendam a mochila às costas, deixando-a mais estável); liberdade de movimento (que sejam mais estreitas e próximas ao corpo, permitindo que os braços se movam livremente); e sistema de ajuste (que ajuste a mochila no corpo e distribua melhor o peso).

Outros fatores que se deve levar em consideração são o tipo de atividade que será praticada, a época do ano (se faz calor, frio, chove ou neva) e a duração. Por isso, Fausto dá uma dica. "Se você vai fazer uma viagem, na qual a bagagem ficará em um hotel ou albergue, não há problemas em comprar um material mais simples. Agora, se a idéia é se aventurar, acampar e ficar com a mochila nas costas várias horas por dia, é preferível investir um pouco mais no material, para não ter que voltar pra casa mais cedo", reforça o aventureiro.

Para quem já sabe para aonde quer ir e qual o estilo da viagem, mas ainda tem dúvidas para escolher a mochila e outros equipamentos, uma boa dica é procurar lojas especializadas em material esportivo, onde é possível contar com o auxílio de vendedores que são verdadeiros consultores.

O que levar?

Com quase 20 anos de "bagagem" nas costas, Fausto Eduardo dá algumas dicas para os aventureiros de primeira viagem. Ele lembra que mochila boa é mochila leve. Por isso, é preciso pensar bem no que levar, substituindo alguns objetos por outros com o mesmo efeito e que ocupam menos espaço. "Um blusão grosso e pesado, por exemplo, pode esquentar menos do que um agasalho mais fino, porém com tecido mais apropriado".

A escolha dos sapatos certos também é essencial, como levar botas especiais para lugares com neve ou tênis confortáveis para longas caminhadas. Vale lembrar ainda que é importante que os calçados já estejam amaciados, evitando aquele incômodo comum de sapatos recém-comprados.

Ítens que não podem faltar:

garrafa de água; kit primeiros socorros; capa de chuva; protetor solar (pele e lábio); ítens de higiene pessoal, como escova e pasta de dentes, desodorante, entre outros; canivete multifuncional ou uma faca comum; lanterna de mão e/ou de cabeça.  

Postado por: Myrian Rosário

veja também