Disney deve se associar ao YouTube por audiência

Disney deve se associar ao YouTube por audiência

Atualizado: Terça-feira, 8 Novembro de 2011 as 9:58

"Para nós é imperativo ir onde está nossa audiência", admitiu James Pitaro, copresidente da Disney Interactive, citado pelo jornal The New York Times, que revelou a operação com algumas horas de antecipação.

A Disney reconhece assim que seu site não é suficientemente atraente para as crianças, observa The New York Times, que revela que a divisão de internet do grupo californiano perdeu mais de 300 milhões de dólares em um ano.

Segundo a ComScore, citada pelo jornal, o número de visitantes no site caiu de 17,9 milhões em junho a 12,7 milhões em setembro.

O comunicado da Disney e do YouTube não dá praticamente nenhum detalhe das modalidades da aliança.

Segundo The New York Times, Disney e YouTube investirão inicialmente entre US$ 10 milhões e US$ 15 milhões para coproduzir séries que serão colocadas on-line nos dois sites, acessíveis através do Disney.com e YouTube.

Esses vídeos poderão ser vistos de graça a partir de 2012.

veja também