Egito registrou perda de um milhão de turistas e mais de 736 milhões de euros

Egito registrou perda de um milhão de turistas e mais de 736 milhões de euros

Atualizado: Quinta-feira, 17 Fevereiro de 2011 as 2:11

Durante os 18 dias de revolta social que aconteceram no Egito, o país perdeu um milhão de turistas e 736,87 milhões de euros, de acordo com o vice-presidente, Omar Suleiman, citado nesta quinta-feira pela agência "Reuters". Hotéis, casinos, restaurantes e bares foram afetados pela paralisação turística.

Em 2009, as receitas turísticas no Egito atingiram os 8,10 milhões de euros. O setor é responsável por empregar um em cada oito cidadãos.

No resort de Sharm El-Sheikh, um dos principais destinos no Mar Vermelho e recentemente afetado devido a ataques de tubarões, a ocupação hoteleira ao longo destes dias caiu de 75% para 11%.

Neste momento, as associações do setor temem os efeitos futuros desta revolta social nos resultados turísticos, mas estão confiantes na recuperação e no potencial do destino.

veja também