Empregos no turismo dos EUA caem em 10 mil

Empregos no turismo dos EUA caem em 10 mil

Atualizado: Terça-feira, 11 Outubro de 2011 as 10:07

Um total de 10 mil empregos foram perdidos na indústria de turismo e viagem, de acordo com dados deste mês publicados pela revista "The Economist" neste domingo (9).

Depois de alguns meses seguidos de crescimento, o total de empregos no setor caiu para 7,5 milhões, tendo em vista um desemprego geral de 9,1% no país.

No entanto, como diz o site da American Visa Bureau, divisão da empresa britânica Visa Bureau, apesar de tudo, a indústria vai relativamente bem, pensando-se em números anuais.

David Huether, da US Travel Association (USTA), que representa a indústria do turismo dos Estados Unidos, enfatiza as potenciais oportunidades de trabalho no setor. "Até agora, neste ano, a indústria de turismo cresceu em 94.300 empregos e conta por 9% do 1 milhão de empregos acrescentados neste ano."

Além disso, segundo ele, o ritmo de crescimento nessa indústria cresce 60% mais rápido que o resto da economia.

VISTO

A USTA afirma que, se o governo americano reduzisse os obstáculos para a obtenção do visto americano, 1,3 milhão de novos empregos poderiam ser criados até 2020.

Afinal, de acordo com a organização, o processo de obtenção do visto é "longo, incerto e caro".

Entre as reformas indicadas pela USTA estão obter mais viagens internacionais a partir da China, Índia e Brasil; reduzir a demora para obternção de entrevista de visto para dez dias ou menos; melhorar a transparência na obtenção do visto; e ampliar a isenção de necessidade de visto para países como Brasil, Chile, Polônia e Taiwan, além das equipes de mídia.

veja também