Empresas de turismo terão R$ 200 milhões para capital de giro

Empresas de turismo terão R$ 200 milhões para capital de giro

Atualizado: Quinta-feira, 28 Maio de 2009 as 12

Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador (Codefat) aprovou hoje a criação de uma linha especial de crédito destinada às pequenas empresas do setor de turismo. Serão R$ 200 milhões do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que servirão para o financiamento de investimentos e capital de giro dos pequenos empreendimentos do setor.

Segundo o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, a intenção é que os financiamentos individuais tenham valores de R$ 5 mil a R$ 10 mil, para que a linha seja "o mais pulverizada possível". "Esse é um setor de grande potencial para geração de empregos", observou o ministro. Os empréstimos poderão ter dois tipos de taxas de juros: uma pós-fixada, que não poderá ultrapassar a Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP, atualmente em 6,25% ao ano) acrescida de até 2,8% ao ano, e outra, prefixada, que será de até 8,5% ao ano. Essa linha será operada pelo Banco do Brasil e pela Caixa Econômica Federal.

Lupi afirmou que o governo prepara uma cerimônia para o lançamento oficial dessa linha de crédito no próximo dia 8 de junho, no Rio de Janeiro, quando será anunciada "uma grande surpresa". "E não adianta, que não vou antecipar qual a surpresa, porque senão deixa de ser surpresa", disse o ministro. Segundo ele, está prevista a participação do ministro do Turismo, Luiz Barreto, e de representantes da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil.

veja também