Especial África do Sul: Limpopo

Especial África do Sul: Limpopo

Atualizado: Sexta-feira, 21 Maio de 2010 as 11:14

Limpopo fica ao norte da África do Sul, na fronteira com Moçambique, Zimbábue e Botsuana. O estado divide com Mpumalanga a parte norte do Parque Nacional Kruger que, em conjunto com o Parque Nacional do Limpopo, em Moçambique, e com o Parque Nacional Gonarezhou, no Zimbabwe, formam a área de conservação que faz a fronteira do Grande Limpopo. Outro importante marco nesta província é a Paisagem Cultural de Mapungubwe, classificado pela Unesco, como patrimônio da humanidade. Com o Kruger Park ao norte, Limpopo oferece safáris, trilhas na natureza, e tudo o que existe de melhor na África do Sul. Em Limpopo, os visitantes podem conhecer muitos paraísos selvagens, que vão das savanas highveld e grassland, das florestas subtropicais até as formidáveis cadeias de montanhas.

Clima

Limpopo é conhecida pelo verão quente e pelo inverno seco e muito agradável. Seu clima é caracterizado por dias ensolarados durante quase o ano todo. No verão, de outubro a março, as temperaturas atingem os 27ºC, e algumas vezes marcam 35ºC.

Gastronomia

A comida mais tradicional em Limpopo chama-se VhaVenda. Ela é autêntica e muito saborosa, já que nesta região, os solos são ricos e o clima temperado combina na perfeição da culinária. Enquanto mingaus de milho são comuns em toda a África do Sul, cozinhar VhaVenda inclui um prato que é único em sabor, textura e forma. Conhecido como Vhuswa, é tradicionalmente servido em uma pilha de panquecas, que são servidos com espinafre selvagem e guisados de carne. Outro prato bastante consumido é o mingau de Baobab, feito com a fruta da árvore e misturada com leite. As frutas de origem indígena e estrangeira, além de legumes, feijão e amendoim também são abundantes na região de Limpopo e comuns na culinária VhaVenda.

Hospedagem

Limpopo oferece um grande número de opções de hospedagem. As instalações variam desde chalés rústicos no meio da natureza, a estabelecimentos muito luxuosos. Os campings e os chamados "bed & breakfast" também são ótimas opções econômicas. Quem deseja conforto, Limpopo também tem resorts, hotéis e pousadas de luxo.

Dicas

A herança cultural de Limpopo tem raízes profundas, por isso, não deixe de conferir estes lugares tão cheios de nostalgia. Datado de 1000 a.C., Limpopo é cheia de histórias de civilizações perdidas, de reis e rainhas e grupos que deixaram suas marcas em cavernas secretas. As culturas tradicionais africanas ainda estão bem vivas nos dias de hoje, além de mitos e lendas de seus antepassados.

O que levar

Nesta região de Limpopo costuma esfriar mais de manhã e à noite, já que a amplitude térmica é maior que no Brasil. É bom levar roupa para verão e para inverno, já que de dia pode fazer muito calor, sendo necessário boné e protetor solar e à noite pode fazer frio. Roupas mais quentes também são aconselháveis já que os safáris são de madrugada.

veja também