Estado e prefeitura do Rio firmam compromisso para Copa de 2014

Estado e prefeitura do Rio firmam compromisso para Copa de 2014

Atualizado: Sexta-feira, 5 Junho de 2009 as 12

Depois da escolha do Rio de Janeiro como uma das sedes da Copa de 2014, o Governo do Estado e a prefeitura assumiram na última quinta-feira, 4 de junho, um conjunto de compromissos que garantem importantes investimentos de infraestrutura para que a cidade seja a capital do Campeonato Mundial de Futebol. Durante a cerimônia, realizada no Palácio da Cidade, o governador Sérgio Cabral e o prefeito Eduardo Paes reafirmaram o interesse em abrigar a sede da Fifa (Federação Internacional de Futebol) e o Centro de Mídia, além de ter o Maracanã como o estádio para a grande final.

"É uma alegria muito grande o Rio de Janeiro ter solidificado a posição cidade-sede da CBF, cidade-sede museu do futebol. O Maracanã renovado, que será concessionado, não é uma decisão minha. Todos os estádios serão concessionados por decisão da Fifa para a realização da Copa. Eu acredito que futebol se traduz em negócios", declarou o governador Sérgio Cabral.

O Rio de Janeiro está reivindicando a partida final da Copa do Mundo. Para tanto, os investimentos previstos podem chegar a R$ 400 milhões, que prometem melhorar o Maracanã e promover obras no entorno do estádio. A proposta é transformar o Maracanã em uma grande área de lazer, integrando o estádio à Quinta da Boa Vista. As obras serão feitas em conjunto pelo Poder Público com a iniciativa privada.

O Palácio Laranjeiras e o Palácio da Cidade estão sendo oferecidos pelo Governo e pela Prefeitura, respectivamente, para abrigar a sede da Fifa durante a realização da Copa do Mundo de 2014.

"O que estamos fazendo hoje é renovar os compromissos. O Rio deseja ter aqui a sede da Fifa, o Centro de Mídia e também oferece um equipamento que pode qualificar ainda mais a cidade que é o Museu do Futebol, com a sede definitiva da CBF e um novo centro de treinamento da seleção brasileira na cidade do Rio de Janeiro, além do Centro de Mídia", enumerou o prefeito Eduardo Paes.

Um terreno na esquina das Avenidas Ayrton Senna e Abelardo Bueno está sendo oferecido pela Prefeitura para a construção da sede definitiva da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e um moderno Museu do Futebol. O local poderá servir, inclusive, como concentração para os jogadores da seleção brasileira.

O projeto privilegia também a revitalização urbana, econômica, social e ambiental da cidade. Alguns investimentos foram considerados estratégicos pelo comitê organizador da Copa, como a construção do Arco Metropolitano, a ligação do metrô até a Barra, passando pelo Jardim Botânico, Gávea e São Conrado. Também será necessário criar corredores de ônibus articulados entre a Barra e a Penha e a reforma dos terminais 1 e 2 do Aeroporto Internacional Tom Jobim. Todas as despesas foram incluídas na carta-compromisso assinada nesta quinta-feira.

A construção do Centro de Mídia do projeto Rio de Janeiro para a Copa 2014 será na Barra da Tijuca. Lá serão instaladas as principais redes operadores de telefonia, satélites e fibra ótica, empresas de comunicações, emissoras de TV, e estúdios de cinema e vídeo reforçando a vocação da cidade como líder no setor de comunicações no Brasil.

O governador Sérgio Cabral, o prefeito Eduardo Paes e o interveniente do Comitê organizador da Copa do Mundo de 2014, Ricardo Teixeira, assinaram o termo de compromisso do dossiê de candidatura e carta remetida à Fifa.

veja também