Faça rafting nos melhores rios brasileiros

Faça rafting nos melhores rios brasileiros

Atualizado: Segunda-feira, 11 Abril de 2011 as 4:25

Os amantes do rafting não têm do que reclamar. Os rios brasileiros apresentam corredeiras sob medida para todos os estilos de aventureiros, de iniciantes aos mais experientes no ecoesporte - e até roteiros especiais para crianças e deficientes físicos. Todos são garantia de boas doses de adrenalina.

As corredeiras de nível I e II, com ondas estáveis e pouca dificuldade, são indicadas para quem nunca subiu em um bote inflável. Já as de nível III, com pequenas ondas, vão exigir algumas manobras para desviar das passagens estreitas. Com grandes quedas d’água e pedras no trajeto, as corredeiras de nível IV e V exigem mais experiência e sangue frio.

Além de Brotas, conhecida como a capital do rafting, o País apresenta outros ótimos lugares para algumas remadas. Conheça os melhores e embarque em uma aventura molhada.

Apiúna - Santa Catarina

Em Apiúna, o Rio Itajaí-Açu forma um cânion que serpenteia entre as montanhas cobertas por Mata Atlântica preservada. Com corredeiras de vários níveis de dificuldade, é considerado um dos melhores locais para a prática de rafting no Brasil.

Se você nunca subiu num bote, a pedida é o roteiro do Morro da Cruz, com 7,5 quilômetros e corredeiras de classe II, III e IV, intercaladas por trechos calmos. O passeio, de 2h30, passa pela cachoeira Santa Luzia e pelo cânion Morro da Cruz. No meio do percurso, pausa para pular de uma pedra a cinco metros de altura. Encare o desafio, pois o banho de rio compensa.

Para os mais experientes, o desafio é o circuito Ilha das Cutias, com 8 quilômetros e fortes corredeiras. O trecho mais eletrizante é a corredeira com 1 quilômetro de extensão de nível IV. Quer ainda mais emoção? O percurso do Paraíso, um dos mais fortes do País, vai exigir muitas remadas. São 9 quilômetros de corredeiras contínuas e o desnível do rio em todo o percurso é de 230 quilômetros.

Ativa Rafting

Telefone: (47) 3353-1392

Preços: R$ 70 para o percurso Morro da Cruz, R$ 80 para Ilha das Cutias e R$ 150 para Paraíso

São Luís do Paraitinga  - São Paulo

As margens amplas do Rio Paraibuna, cercadas pela paisagem exuberante da Mata Atlântica, servem de pano de fundo para corredeiras radicais. O circuito Brás Adão de 8 quilômetros, com quedas d’água de níveis III e IV, apresenta grandes desníveis. Para recarregar as baterias, pausa para um lanchinho, quando o bote se transforma em mesa.

Os mais corajosos podem encarar o roteiro no Núcleo Santa Virgínia, que pertence ao Parque Estadual da Serra do Mar. Cachoeiras, riachos cristalinos e corredeiras de classes III e IV, dependendo do volume da água, fazem a alegria dos aventureiros. O passeio dura seis horas e é feito duas vezes por mês.

Cia do Rafting

Telefone: (12) 3671-2665

Preços: R$ 120 para o roteiro Brás Adão e R$ 200 para o Núcleo Santa Virginia

Itacaré - Bahia

Deixe um pouquinho de lado as belas praias de Itacaré para se aventurar nas corredeiras do Rio de Contas. Ele nasce na Chapada Diamantina e percorre toda a Bahia, desaguando no Oceano Atlântico.

Após encarar a estrada de terra que corta antigas fazendas de cacau em estilo colonial, a aventura começa em Taboquinhas, a uma hora de Itacaré. As corredeiras, de classe III, IV e V, são rápidas por conta do grande volume de água. Não se intimide, é uma delícia cair na água morninha. O cânion, com paredões de até 10 metros de altura, forma passagens estreitas, com um visual de tirar o fôlego. E termina no Salto da Pancada com dois metros de altura.

Ativa Rafting

Telefone: (73) 3257 2083

Preço: R$ 75

Tibagi - Paraná

Você pode escolher entre o percurso curto, de 4 quilômetros, ou o longo, de 6 quilômetros. Também dá para encarar um roteiro mais radical, de 15 quilômetros, que combina trechos calmos e uma dezena de corredeiras de nível II e III. Experimente "surfar" a onda com o bote. Crianças e idosos também podem se aventurar nos remos em um percurso por águas calmas, onde é bem difícil do bote virar.

Nas noites de lua cheia, a experiência fica ainda mais divertida, com as corredeiras prateadas pela luz do luar. Em todos os passeios, um guia acompanha o grupo com câmera à prova d'água. E você leva para casa um CD com fotos para se lembrar da aventura.

Guartelá Ecoturismo

Preços: R$ 33 para percurso com crianças e idosos, R$ 38 para percurso curto, R$ 48 longo, R$ 83 para expedição e R$ 53 em lua cheia

Telefone: (42) 3275-1357

Pirenópolis - Goiás

A encantadora cidadezinha, com casario colonial bem preservado, é cercada por belas cachoeiras. O rafting acontece a 28 quilômetros dali, no Rio Corumbá, com corredeiras de nível II a IV. A aventura começa pertinho do Salto de Corumbá, uma enorme cachoeira de 60 metros de altura que forma uma piscina de águas claras.

A primeira corredeira é a mais forte e vai exigir destreza com os remos. Mas fique tranquilo: no restante do percurso de 13 quilômetros, apenas quedas d’água mais tranquilas e áreas de remanso, ideais para curtir a natureza. O passeio é feito no período das chuvas, de novembro a abril, quando o volume de água é maior.

Cerrado Aventuras

Telefone: (62) 3331 3765

Preço: R$ 75

*Preços pesquisados em abril/2011

Por: Mônica Cardoso

veja também