Feiras de rua em Buenos Aires

Feiras de rua em Buenos Aires

Atualizado: Segunda-feira, 8 Novembro de 2010 as 2:18

Buenos Aires é uma cidade outdoor. Com os diversos parques e praças da cidade, as pessoas estão sempre nas ruas para aproveitar o dia. Aos finais de semana, muitos desses espaços verdes são ocupados por feiras de rua cheias de barracas a céu aberto.

Da famosa Feria de San Pedro Telmo à tradicional Feria de Mataderos, esses mercados livres vendem artesanatos, comidas regionais, antiguidades, roupas e acessórios. Destino perfeito para quem quer aproveitar para fazer compras ou conhecer um pouco mais da cultura local.

Conheça a seguir as principais feiras de rua de Buenos Aires.

Feria de San Pedro Telmo

San Telmo é um dos bairros mais históricos de Buenos Aires e ali está situada uma das mais antigas feiras da cidade. A feira começa na Plaza Dorrego e vai até a Avenida de Mayo. Na Plaza estão barracas que vendem bonecas antigas, bijuterias, móveis, objetos de decoração, faqueiros e outros itens para colecionadores ou para quem busca boas oportunidades de preço. Seguindo pela feira há uma enorme concentração de vendedores de artesanatos, além de galerias e lojas de antiguidades. São paradas obrigatória para conhecer o Mercado de San Telmo, que mistura roupas, verduras e peças raras em um mesmo espaço – e é o lugar perfeito para comer empanadas.

Feria de San Telmo - Defensa, da Plaza Dorrego à Plaza de Mayo – San Telmo. Domingo, das 11h às 19h. Mercado de San Telmo. Defensa, 1179 / Estados Unidos, 460 – San Telmo. De terça à sexta, das 10h30 às 19h30, sábado e domingo, das 9h às 20h.

Feria del Ombú

Organizada por um grupo de colecionadores de filatelia e numismática, esta feira acontece aos domingos e é dedicada a compra e venda de selos, moedas, cartões telefônicos e antigos postais – tudo embaixo da sombra de grandes árvores de umbu que ornamentam as ruas internas do Parque Rivadavia. Aos sábados e tardes de domingo, o Parque também recebe uma feira de livros, discos e filmes.

Feria del Ombú - Parque Rivadavia, Av. Rivadavia, 4900 – Caballito. Aos domingos, das 9h30 às 14h30.

Feria de Mataderos

É comum encontrar nesta feira os atutênticos portenhos e poucos estrangeiros. Isso ocorre porque que o bairro de Mataderos, na zona oeste da cidade, fica longe do centro e o evento não é tão divulgado entre os turistas. Mas vale a pena. A feira é uma das mais tradicionais da cidade, com comidas típicas do interior do país, como tamal e locro, artesanatos, danças populares argentinas e shows de folclore. É um dos passeios mais interessantes de Buenos Aires.

Feria de Mataderos - Lisandro de la Torre e Avenida de Los Corrales – Mataderos. De Janeiro e fevereiro, aos sábados, das 18h às 20h. De março a dezembro, aos domingos, das 11h às 19h.

Feria Plazoleta Cortázar

Esta pequena feira de artesanatos é montada todos os finais de semana no coração de Palermo, na popularmente conhecida Placita Serrano. As barracas, que vendem roupas, acessórios, pinturas e desenhos feitos por artesãos locais, dividem a atenção com a principal atração do lugar: os galpões de roupas feitas por designers argentinos independentes.

Feria Plazoleta Corázar - Entre Honduras e Serrano – Palermo Viejo. Sábados, domingos e feriados, das 10h às 20h.

Feria Plaza Francia

A Plaza Francia, na Recoleta, está cercada por diversos restaurantes, um centro cultural, o Cementerio de la Recoleta (onde está o mausoléu de Evita Perón) e a Basilica Nuestra Señora del Pilar, uma das mais antigas da cidade. Mas é aos finais de semana que a praça recebe sua principal atração: uma das feiras mais legais da cidade. Entre as peças vendidas em suas barracas estão bolsas, chapéus, bijuterias, artigos em couro, cuias para mate e renda, tudo feito à mão. Os jardins em declive fazem do terreno o lugar ideal também para aproveitar as tardes de sol sentado na grama, tomando um mate e vendo a apresentação dos músicos e artistas que costumam se apresentar por ali – programa preferido de muitos jovens portenhos.

Feria Plaza Francia - Avenida del Libertador e Avenida Pueyrredón – Recoleta. Sábado e domingos, das 9h às 19h.

veja também